Professores das AEC em protesto

Mais de três dezenas de professores juntaram-se contra a forma como as AEC estão a ser administradas para este ano letivo 2020/2021.

Ao Mais Guimarães, referiram que existe “uma listagem de professores, mas atribuíram horários a todos os que já pertenciam ao quadro da Tempo Livre”. Com isto, esperam “que este concurso seja ou impugnado, ou que a Tempo Livre volte atrás”, frisando que “se querem que os professores da empresa Tempo Livre trabalhem nas AEC, que entrem junto da listagem com todos os professores, em pé de igualdade com todos os outros do concelho”.

Preocupados com as questões jurídicas da situação, vão enviar um ofício para o presidente da câmara municipal de Guimarães, para o vereador da câmara municipal do desporto, para a vereadora da educação, e para o presidente da Tempo Livre. “Conforme a resposta adquirida, em último recurso, podemos passar para uma providência cautelar para impugnar este concurso por falta de legalidade”, concluíram.

Uma vez que os candidatos poderão apresentar reclamações e correções de até às 23h59 de quarta-feira, dia 09 de setembro, e não havendo ainda uma lista definitiva nem contratações feitas, a Tempo Livre não prestou declarações.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?