Projetos colaborativos apresentados ao Secretário de Estado da Economia

João Neves vai conhecer em pormenor os projetos colaborativos do Plano de Ação para a Transição Económica que juntam empresas e investigadores em seis áreas temáticas.

A sessão de apresentação e discussão dos projetos colaborativos do Plano de Ação do Gabinete de Crise e da Transição Económica do Município de Guimarães (G-SET Tech Hub) realiza-se quinta-feira, 30 de julho, e conta com a presença de João Neves, Secretário de Estado Adjunto e da Economia.

Trata-se de um conjunto de projetos de investigação e desenvolvimento por áreas temáticas, envolvendo empresas do território e centros de investigação da Universidade do Minho, Instituto Politécnico do Cávado e do Ave e Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. O objetivo destes projetos colaborativos é alavancar a transição económica, preparando o tecido empresarial para um futuro alinhado com o recentemente anunciado no Plano de Recuperação Económica elaborado por António Costa Silva para o Governo de Portugal.

Com as diferentes áreas temáticas, Fábrica do Futuro, Logística Inteligente, e-Commerce, Showroom Virtual, Dispositivos Médicos e EPI e Agricultura – Segurança e Sustentabilidade, pretende-se promover a investigação e desenvolvimento de novas soluções em áreas como segurança e qualidade dos processos industriais, IoT, Machine Learning, robótica colaborativa, logística inteligente, utilização de plataformas de comércio eletrónico, showrooms virtuais, com recurso a realidade mista, dispositivos médicos e EPI, bem como agricultura ambientalmente sustentável e certificada, com processos logísticos que promovam a rastreabilidade dos produtos.

As primeiras reuniões de trabalho já realizadas permitiram perceber as necessidades de cada uma das empresas e começar a definir os projetos de investigação para cada uma das áreas, sendo neste momento possível contabilizar nos diferentes grupos de trabalho 18 empresas e oito Centros de Investigação e Desenvolvimento da UMinho, IPCA, UTAD e DTx.

Os projetos colaborativos fazem parte da Agenda Inovação I9G do Plano de Ação do Gabinete de Crise e da Transição Económica do Município de Guimarães. São iniciativas piloto dedicadas ao desenvolvimento de aplicações tecnológicas e à promoção de sinergias em setores estratégicos transversais, reunindo empresas de referência regional, nacional e internacional. O objetivo é estudar o impacto das tecnologias mais disruptivas em áreas estruturantes de negócio, desenvolver soluções transversais que viabilizem a transformação produtiva das empresas, prototipar inovação que possa ser transferível para diferentes negócios, capacitando as empresas para competir internacionalmente perante os novos desafios e oportunidades e criar sinergias entre diferentes empresas para a resposta a oportunidades comerciais e tecnológicas comuns.

Na sessão de trabalho, para além de Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal, Rui Vieira de Castro, Reitor da Universidade do Minho, Maria José Fernandes, Presidente do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, António Cunha, Presidente Executivo do Gabinete de Crise e da Transição Económica, e dos vereadores Adelina Pinto, Ricardo Costa e Fernando Seara de Sá, estarão presentes os empresários e os investigadores que integram os seis projetos colaborativos do Plano de Ação.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?