Promotores dos festivais fazem propostas para eventos se realizarem nos próximos meses

Os promotores dos festivais de música vão reunir-se com a ministra da Cultura, Graça Fonseca, esta quarta-feira, 13 de janeiro. As organizações vão fazer propostas para que os grandes eventos possam ser retomados nos próximos meses — ainda numa situação pandémica.

Esta reunião será a primeira numa série de encontros mensais, revelou o presidente da Associação Portuguesa de Festivais de Música (Aporfest), Ricardo Bramão, à Lusa, citado pela “Blitz”. Espera-se que haja soluções para “evitar as lotações de recinto” e que se aborde as devoluções de bilhetes. Vai ser também pedido um “alívio fiscal” para os promotores, tendo em conta as perdas dos últimos meses.

“Queremos é trabalhar, mais do que subsídios e indemnizações. Quando isso chegar já não existimos”, afirma Luís Montez, da Música no Coração, promotora do Super Bock Super Rock, MEO Sudoeste e Sumol Summer Fest, além de entidade gerente da Altice Arena.

“É criar espaços, bolhas livres de covid-19, que é ‘só entra quem tem vacina ou teste negativo’, além de outras medidas: copos recicláveis, álcool gel a ser distribuído em mochilas. Há várias ideias, como a colaboração com laboratórios, no sentido de ‘quem tiver bilhete, vai ao laboratório e faz o teste’”, explica Luís Montez.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?