PS GUIMARÃES MOSTRA SOLIDARIEDADE COM PRESIDENTE DA UF DE SANDE VILA NOVA E SANDE S. CLEMENTE

O PS de Guimarães reagiu, em comunicado, a uma notícia de um órgão de comunicação nacional, que dá conta de que um autarca local, nomeadamente da União de Freguesias de Sande Vila Nova e Sande S. Clemente, recebeu mais de um milhão de euros em ajustes diretos provenientes de entidades públicas lideradas pelo PS local. O Secretariado da Comissão Política Concelhia do PS Guimarães mostrou solidariedade para com o presidente desta União de Freguesias.

“O Secretariado lamenta a forma como a notícia foi divulgada inserida numa campanha populista de ataque aos cidadãos que se dedicam à causa pública e à cidadania democrática servindo as suas comunidades”, refere o comunicado, acrescentando ainda que “nenhum outro cidadão, ou empresa, entre milhares que celebram contrato com entidades públicas, seria visada em notícia semelhante, se não exercesse funções autárquicas”.

Leia o comunicado na íntegra:

“O Secretariado da Comissão Política Concelhia do PS Guimarães tomou conhecimento de uma notícia publicada hoje no JN que visa os contratos para obras de construção civil celebrados entre a Câmara Municipal e a empresa ‘Terraplanagens Falcão, Lda’ de que é sócio-gerente Bruno Oliveira, Presidente da Junta da União das Freguesias de Sande Vila Nova e Sande S. Clemente.

O Secretariado lamenta a forma como a notícia foi divulgada inserida numa campanha populista de ataque aos cidadãos que se dedicam à causa pública e à cidadania democrática servindo as suas comunidades.

Nenhum outro cidadão, ou empresa, entre milhares que celebram contrato com entidades públicas, seria visada em notícia semelhante, se não exercesse funções autárquicas. Ou seja, o exercício de funções autárquicas que devia merecer um louvor das opiniões públicas é apresentado como um ónus de indignidade, o que afeta fortemente a liberdade do exercício de cargos políticos e a qualidade dos eleitos.

A ‘Terraplanagens Falcão, Lda’ celebra contratos com o município desde há largos anos, muito antes do seu atual sócio-gerente a dirigir ou exercer funções políticas, no reconhecimento da qualidade dos serviços prestados.

Tal é comum a eleitos de diferentes forças políticas do poder e da oposição que estão representadas nos órgãos municipais. Em várias reuniões da Câmara Municipal há eleitos que não participam em votações, exatamente pelas ligações profissionais que têm a processos em apreciação. As empresas e cooperativas municipais têm contratos de prestação de serviços com eleitos de forças políticas de oposição sem que tal afete minimamente o reconhecimento da qualidade da prestação dos seus serviços profissionais, ou tenha sido alguma vez questionado pelas administrações nomeadas pelo município.

O PS Guimarães considera assim grave a amplitude da notícia publicada. Mas mais grave é ela ter surgido a partir de um vereador do PSD que, em declarações ao JN, referiu “a curiosidade de este ajuste direto ser entregue a um presidente de junta do Partido Socialista”, ignorando outros contratos celebrados, e desde há muitos anos, com quem se senta ao seu lado na mesma coligação na vereação municipal.

O PS Guimarães manifesta ao presidente da junta de Sande Vila Nova e Sande S. Clemente toda a sua solidariedade e agradece-lhe os serviços prestados ao interesse público quer como autarca, quer como profissional da construção”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?