PSD de Guimarães coloca o ambiente no topo da agenda a nível local e nacional

No momento em que está a decorrer o Processo de Revisão dos Estatutos do Partido Social Democrata, a Comissão Política Concelhia do PSD Guimarães tomou a iniciativa de apresentar um projeto de alteração estatutária que visa dar centralidade à questão ambiental.

Os sociais-democratas vimaranenses pretendem que fique firmando neste
documento o compromisso ambiental e o objetivo de construir uma democracia ambiental em Portugal, como missões prioritárias da ação política social-democrata.

Além de propor que passe a constar como princípio fundamental do partido a promoção de uma democracia ambiental, o PSD Guimarães preconiza, também, a criação de um novo órgão nacional no Partido: a “Agência para a Ação Climática e Proteção do Ambiente”.

“Este órgão terá por atribuição e missão, em concertação com a Comissão Política Nacional, ser embaixador e face visível do Partido no plano ambiental. Será o responsável, no seio do PSD, por promover e colaborar na definição, avaliação e execução de políticas públicas em matéria de ação climática e proteção do ambiente”, pode ler-se em nota enviada às redações.

Os sociais-democratas vimaranenses entendem que as questões ambientais não conhecem fronteiras. “No plano nacional é urgente adotar políticas públicas de grande envergadura, com alguma urgência, visando salvaguardar a sustentabilidade da nossa casa comum”, afirma Bruno Fernandes.

Desta forma, o PSD de Guimarães “toma a liderança, a nível local e nacional, colocando as políticas ambientais no topo da agenda”.


©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?