PSP E JUNTA NÃO QUEREM VER NEGADO O ACESSO ÀS HABITAÇÕES EM DIA DE JOGO

O aparcamento de autocarros nos dias de jogo preocupa os moradores e o presidente da Junta de Freguesia de Azurém, Castro Antunes. O autarca esteve reunido esta terça-feira com a subintendente Marília Caldeira Sanguedo, do Comando da Divisão Policial de Guimarães para alertar dos constrangimentos provocados pelos dias de jogo e para discutir as opções a adotar no futuro.

O presidente da Junta recebeu várias queixas dos moradores da rua do Pombal e ruas envolventes sobre a impossibilidade de no domingo, dia do dérbi entre Vitória SC e SC Braga, saírem ou regressarem a casa devido ao aparcamento de vários autocarros com adeptos visitantes.

O presidente da Junta não quer ver repetido aquele episódio. “A força policial mostrou-se recetiva às minhas preocupações. Eu sugeri que os autocarros deixassem os adeptos e se retirassem os veículos daquela zona. Quando terminasse o jogo e a policia achasse conveniente, a PSP chamava os autocarros de zonas periféricas”, explicou.

O autarca apresentou o campo de S. Mamede, o parque junto ao Século XIX ou pavilhão do Multiusos como opções para aparcar durante o dia de jogo. Castro Antunes e a subintendente da PSP concordaram que é necessário deslocar o mínimo de autocarros possível, garantindo que o trânsito possa fluir sem ter que interromper a circulação de automóveis e peões. “Temos de ter o maior número de autocarros possíveis junto do estádio para ser mais rápido a saída e entrada de adeptos sem distúrbios, mas assegurar que haja acesso das pessoas às suas residências”, sublinhou.

Aproveitando a oportunidade, o presidente da Junta pediu ainda um reforço policial no Bairro da Senhora da Conceição para evitar agressões naquela zona.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?