QUINTA EDIÇÃO DAS JORNADAS MÉDICO-DESPORTIVAS ARRANCOU ESTA SEXTA-FEIRA

Especialistas ligados à Medicina Desportiva e à Traumatologia Desportiva participam, entre esta sexta-feira e sábado, 31 de maio a 01 de junho, na quinta edição das Jornadas Médico-Desportivas promovidas pelo Centro de Medicina Desportiva de Guimarães (CMAD).

A decorrer no Hotel Guimarães e na Academia do Vitória Sport Clube, as Jornadas abordam a Medicina Desportiva – enquanto tema principal – e a sua intervenção no desporto, pretendendo-se realçar a importância da promoção da atividade física e da prevenção da lesão no desporto.

Na sessão de abertura, Amadeu Portilha, presidente da Tempo Livre, relembrou a luta pelo Centro de Medicina Desportiva de Guimarães. “Com esta força podíamos criar um serviço diferenciador de apoio ao atleta. Foi difícil, mas conseguimos. Continuaremos a lutar para convencer clubes de Guimarães que existe aqui um serviço habilitado, diferenciador para os seus atletas praticarem desporto em segurança”, disse.

Já Domingos Bragança, presidente da Câmara de Guimarães, sublinhou a importância medicina desportiva tem nos dias de hoje. “A medicina desportiva é hoje considerada fundamental e muitas especialidades da medicina contribuem para dar segurança melhor desempenho a quem pratica desporto. Em Guimarães, só ponto de vista das políticas públicas, o objetivo central é sermos campeões da prática desportiva formal e informal. O ideal seria termos um índice de prática desportiva dos cidadãos que se aproximasse dos 100%, mas estamos acima da média nacional e em linha com a média europeia. Mas queremos ser campeões. Queremos prática do desporto esteja no quotidiano dos vimaranenses”, apontou.

Por seu turno, Júlio Mendes, ex-presidente do Vitória, começou por reconhecer o trabalho feito pelo CMAD e falou sobre a evolução da medicina desportiva no emblema vimaranense. “Quando cheguei ao Vitória, como presidente, encontrei uma realidade diferente daquela que é hoje. Em pouco tempo, muito mudou. Nesta área da medicina desportiva, ao longo do tempo, fui assistindo a evoluções muito grandes. Quando chegamos tínhamos um médico com uma equipa. Hoje temos vários médicos com várias equipas. Hoje um atleta é um investimento e um ativo muito valioso para o clube. Ao fim de pouco tempo, o departamento médico do Vitória começou a evoluir, com outros profissionais, como nutricionistas, psicólogos”, referiu.

O programa da iniciativa integra ainda a apresentação pública do livro “Patologia Músculo-esquelética para Médicos de Família” resultante de um trabalho conjunto de médicos dos cuidados de saúde primários do ACeS do Alto Ave e do Hospital Senhora da Oliveira.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?