ReFood agradece união e esforço da comunidade

Em setembro de 2020, correndo o risco de fechar devido à pandemia, os números de pessoas que a ReFood ajuda quase duplicaram e o pedido de ajuda à comunidade fez-se ouvir. Com 192 beneficiários, um ano depois, Manuela Mendonça repete o apelo: “voluntariem-se, ajudem no que puderem”.

Qual a importância da ReFood na comunidade?

O movimento Re-food resgata toneladas de comida em perfeitas condições e com isso alimenta as pessoas necessitadas.

Numa fase como esta, torna-se ainda mais importante existir um movimento assim?

Sim, no início do primeiro confinamento em março de 2020, passamos de cerca de 100 beneficiários para quase 200, em julho. Isto com restaurantes fechados, com falta de voluntários, etc. Na nossa comunidade, em particular, essa importância é especialmente grande uma vez que tivemos um número crescente de beneficiários devido à pandemia com feiras, mercados, restaurantes e bares fechados, e com a consequente dispensa dos trabalhadores temporários.

Recordo que, há um ano, a ReFood estava em risco de fechar. O que mudou desde aí?

Houve um esforço grande da comunidade que se uniu para nos ajudar. Essa ajuda foi feita com donativos em dinheiro e em espécie, como com a inscrição de novos voluntários. Também conseguimos protocolos para recolher em diferentes híper e supermercados, o que faz toda a diferença em ternos de entregas de refeições (pré-feitas e não só), lacticínios, charcutaria, carne, peixe, etc.

Quantas são as famílias e pessoas que ajudam no concelho, neste momento?

No mês de julho tivemos 62 famílias num total de 192 beneficiários.

Quantos são os voluntários e qual é o papel deles neste movimento?

No mês de julho tivemos também 192 voluntários ativos. O papel deles é fundamental. São o nosso ativo mais precioso. Sem eles, nada era possível pois são o motor da engrenagem.

Que apelo e mensagem gostava de fazer aos vimaranenses?

O apelo que fazemos sempre: voluntariem-se, ajudem no que puderem, façam parte da nossa comunidade. A ajuda pode ser feita de diferentes maneiras. Visitem as nossas redes sociais, vejam como podem ajudar e venham fazer parte dum movimento que não cria nada, que tenta ser o mais sustentável possível e que combate o desperdício alimentar diariamente.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?