RENASCIMENTO DE TRADIÇÕES

por SÉRGIO ROCHA

Há cerca de três anos, os habitantes de Ponte, com o seu voto, decidiram confiar em mim, na minha equipa e no meu projeto. Volvido esse período, não poderia deixar de os convidar para fazer comigo uma breve e sucinta retrospetiva.

Comecemos pelas obras. A Câmara Municipal de Guimarães e a Junta de Freguesia de Ponte, no âmbito de parcerias estabelecidas, implementaram nesse período, em Ponte, uma loja social, requalificaram a Ponte de Campelos (passagem pedonal), criaram o Balcão de Atendimento de Campelos, alargaram a rua Dr. Hugo de Almeida em dois pontos perigosos, bem como a rua Reitor Francisco José Ribeiro (junto à Igreja), pavimentaram vários arruamentos, efetuaram obras na secretaria da Junta de Freguesia, onde está agora implementado o Espaço do Cidadão, restauraram os tanques de Fontecova, requalificaram a Fonte dos Casais, ampliaram o Cemitério de Ponte, construíram um parque infantil e de lazer, dotaram o parque de lazer da Ínsua com equipamentos fitness ao ar livre.

Nesse período, não podemos esquecer ainda as mais de 70 intervenções entretanto realizadas em diversas ruas da nossa Vila, que passaram pela construção de muros, passeios, valetas, colocação de moloks novos por parte da Vitrus ou pela empreitada de construção de rede de saneamento e água da responsabilidade da Vimágua.

Nos últimos três anos, pudemos ainda assistir ao “renascimento” de tradições que se tinham perdido, como são os casos da Festa S. João, da Confraternização de Ponte a S. Torcato em bicicleta, dos convívios seniores, criação do Grupo Folclórico da Vila de Ponte e Festival de Folclore.

Mas, o Executivo a que tenho a honra de liderar foi mais além, apresentando um conjunto diversificado de iniciativas a pensar em todos os perfis de públicos: Encontro Informal de VW AR; Domingos e Jornadas Desportivas; condecoração, pela primeira vez em Ponte, de personalidades com forte ligação à Vila; atribuição, igualmente pela primeira vez, de prémios de mérito aos melhores alunos; Iluminações de Natal, Festa da Rádio Santiago, Festa da Rádio Fundação, Festa Magusto em Campelos, entre muitas outras ações.

Na área social, a equipa onde se incluem dezenas de voluntários criou programas de ajuda no âmbito da sua Loja Social, entre eles, o projeto “Junta Amiga”, campanhas de recolha de alimentos, entrega de cabazes de alimentos, reformulação do banco de manuais escolares, constituição de parcerias nas mais diversas áreas, com ginásios, associações, agrupamento de escolas, entre outras entidades, culminando com uma caminhada solidária, aulas de zumba, limpeza de caminhos e margens do rio Ave. Adquirimos máquinas novas para os funcionários da Junta e uma carrinha, sem esquecer a criação do boletim de informação, que já vai na sua 27ª edição e que permite manter atualizados os nossos habitantes e amigos da nossa Vila.

Sublinho que este nosso projeto é feito de forma graciosa, prescindindo eu e toda a equipa de qualquer remuneração a que temos direito em prol das famílias mais carenciadas de Ponte, com o pagamento de faturas de água, luz, gás, alimentação etc. Com ação e determinação, e acima de tudo com a ajuda de todos, continuaremos a trabalhar cada vez mais para elevar ainda mais alto o nome de Ponte.

 Ponte não pára….

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?