Repete-se o passado: Expensive Soul fecharam concerto com Velhos Nicolinos

A banda Expensive Soul animou a primeira noite de concertos das Festas da Cidade e Gualterianas. O duo de Leça da Palmeira regressou a Guimarães e foi recebido com entusiasmo pelos vimaranenses que se aglomeraram na Plataforma das Artes e da Criatividade para ajudar a marcar o ritmo de uma noite quente e de muita música.

Quando a noite já tinha caído na cidade berço, os Expensive Soul subiram ao palco principal das Festas da Cidade e Gualterianas perante uma multidão que queria ver o duo que, em 2012 subiu ao palco do Multiusos de Guimarães para um concerto inédito. Há uma década, ao abrigo da programação da Capital Europeia da Cultura, o grupo composto por Demo e New Max estabeleceu uma ligação especial com os vimaranenses ao subir ao palco com um coro de vozes vimaranenses e com os Velhos Nicolinos.

O passado repetiu-se em 2022 e, quando o concerto se aproximava do fim, começaram a rufar os bombos e os tambores característicos de Guimarães e das Festas Nicolinas. O momento já estava previsto: ainda durante a tarde, com a luz do sol a iluminar o palco, o duo musical tinha estado a ensaiar ao lado d’Os Velhos Nicolinos. No final da noite, com o hit “Eu Não Sei” a inundar o centro da cidade, os Expensive Soul tiveram a companhia dos bombos e dos tambores nicolinos. Na plateia, milhares de espetadores, (re)viveram 2012 e ajudaram a marcar o ritmo.

O alinhamento do concerto contou com os maiores sucessos da banda de Leça da Palmeira e, na Plataforma das Artes e da Criatividade, desenrolou-se um dos momentos mais aguardados das Festas da Cidade e Gualterianas. No entanto, o programa espalhou-se pela cidade e os vimaranenses tiveram oportunidade de participar noutros momentos recheados de música e animação: os FaDouro estiveram no Largo de Donães e o Festival de Folclore passou pelo Largo do Toural.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?