Ricardo Araújo questiona não inclusão da hotelaria no programa Retomar Guimarães

Depois de na reunião de Câmara de 4 de novembro Ricardo Araújo afirmar que programa Retomar Guimarães foi um “fracasso”, na reunião do passado dia 18 questionou a não inclusão da hotelaria no mesmo.

O vereador da coligação Juntos por Guimarães lembrou que aquilo que sempre reivindicou foi que os apoios nacionais fossem “complementados com apoios locais”. Do ponto de vista local, Ricardo Araújo questiona se “o município pode e deve ou não lançar também programas que apoiem particularmente os setores da economia que foram mais afetados pela pandemia”.

Depois de, em junho de 2021, o programa Retomar Guimarães arrancar com erros, não incluindo, por exemplo, o setor da restauração, o vereador lembra o setor da hotelaria que continua em falta.

Questionado pelos jornalistas sobre o programa, Domingos Bragança voltou a realçar que o Retomar Guimarães “foi complementar a todos os programas nacionais” e que, por enquanto, se encontra fechado.

“Neste momento está fechado”, disse acrescentando que “nunca” fecha de todo, “porque às vezes não estamos a ver tudo”. Se foram apresentadas “evidências de uma enorme injustiça”, esclarece de está “cá para ver”.

O vereador da coligação JpG acredita que, dentro de pouco tempo, a resposta de Domingos Bragança vai mudar. “Seguramente que esta posição do presidente da Câmara e do executivo socialista vai evoluir. Assim esperamos”, concluiu.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?