Ricardo Silva: “atingir o mais rapidamente a manutenção”

O presidente do GDRC Os Sandinenses afirmou que “expetativas de época” passam por “atingir o mais rapidamente a manutenção”. Ricardo Silva reconhece que o Campeonato Pro-Nacional de 2022/2023 vai ser difícil.

© Hugo Marcelo/Mais Guimarães

O plantel do GDRC Os Sandinenses apresentou-se, na manhã deste sábado no Complexo Desportivo D. Maria Teresa, com 25 jogadores. “O desejado”, diz Ricardo Silva. O presidente reconhece que já não deverá haver alterações, mas afirma que “como todos os planteis, nesta fase nunca está fechado” e poderá entrar ainda um jogador que seja uma “mais-valia”.

O objetivo da época passa por “atingir o mais rapidamente a manutenção”, ou seja, “ficar nos quatro primeiros lugares” da Série B do campeonato. A alteração do modelo competitivo da prova na edição seguinte vai implicar que sejam despromovidos muitos emblemas e, reconhece o presidente, “vai ser diferente”.

“Como nós costumamos dizer: quem jogar para a manutenção, só, vai passar mal porque se não ficar nos quatro primeiros lugares vai ter dificuldades”, diz. E comparou a prova com a última edição do Campeonato de Portugal: “houve equipas que fizeram grandes campeonatos e depois acabaram por descer de divisão”.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?