Rui Borges: “Acredito que vamos ferir o Porto também”

Na conferência de antevisão ao jogo frente ao Porto, a realizar-se nesta segunda-feira, dia 14 de agosto, às 18h45, o técnico dos axadrezados apontou que a equipa tem de estar "ciente que vai ser exposta a problemas e tem tentar resolvê-los ao máximo. É esse o objetivo".

rui-borges-com-barra

Na conferência de antevisão ao jogo frente ao Porto, a realizar-se nesta segunda-feira, dia 14 de agosto, às 18h45, o técnico dos axadrezados apontou que a equipa tem de estar “ciente que vai ser exposta a problemas e tem tentar resolvê-los ao máximo. É esse o objetivo”.

© Direitos Reservados

Rui Borges sabe que “o porto é forte no ataque à profundidade, é forte em combinações diretas e indiretas perto da área. De uma forma ou de outra, vai-nos expor em algum momento em situações de perigo, faz parte.” Apesar disso, o técnico transmontano acredita que “mais à frente em alguns momentos, podemos condicionar logo a tomada de decisão do Porto e controlar de outra forma, seja a profundidade ou as combinações do adversário”.

Apesar de estar consciente da qualidade do adversário, Rui Borges adiantou que o Porto vai “encontrar uma equipa super motivada, com jogadores com fome daquilo que é o escalão principal do futebol português, e o treinador inclusive”. A mensagem transmitida aos jogadores passa por tentar conseguir “numa fase inicial igualar a intensidade do Porto. Acredito que ao longo do jogo vamos equilibrar e vamos conseguir impor em alguns momentos o nosso jogo”, acrescentou o técnico, vincando que a equipa gosta de ter a posse de bola.

Na antevisão à estreia como técnico na primeira divisão, Rui Borges vincou que “a chegada à primeira liga foi um objetivo desde o início da carreira”, mas que para já, o objetivo “passa por representar da melhor forma o Moreirense”.

PUBLICIDADE

Arcol

Partilhar

PUBLICIDADE

Ribeiro & Ribeiro
Instagram

JORNAL

Tem alguma ideia ou projeto?

Websites - Lojas Online - Marketing Digital - Gestão de Redes Sociais

MAIS EM GUIMARÃES