Rui Machado desanimado pela falta de apoio

Foto PSC

O Pevidém disputa a Liga 3, mas a falta de apoio dos associados e simpatizantes, quando estão decorridas quatro jornadas, tem causado algum desânimo no presidente Rui Machado. O dirigente, através das redes sociais, deixou um desabafo, após a receita de bilheteira, no jogo com o São João de Ver, ter ficado novamente aquém das expetativas.

“Há dias em que duvido se vale a pena. Resultado da bilheteira: 40 bilhetes sócios e 45 bilhetes para público em geral. Receita: 417,50 euros. Cada jogo custa mais de 2.000 euros ao clube. A receita foi idêntica à do jogo com a Sanjoanense. Ou seja, a este ritmo, vamos ter um prejuízo de cerca de 45.000 euros esta época só para poder jogar.

Um clube de uma freguesia de Santa Maria da Feira, a cerca de 90 quilómetros, trouxe mais gente que o clube local. Será porque é caro? Ser sócio do Pevidém Sport Clube custa 20 euros por ANO!!!!!Quem for ver todos os jogos, terá uma despesa de 56 euros em bilhetes. Ou seja, pouco mais de 2,70 euros por jogo. Será por falta de condições?

Lamentavelmente, não podemos jogar no Albano Martins Coelho Lima. Temos de jogar a cerca de 3 quilómetros do centro da nossa vila, num estádio novo com bancada coberta e excelentes condições de acesso e parqueamento.

Será porque o futebol é hoje apenas um negócio?

Temos um plantel 100% português. No onze inicial, jogaram 4 residentes de Pevidém (e já o eram antes de jogar no clube). A esmagadora maioria do plantel é do nosso concelho. Não temos um único jogador profissional.

Será pela fraca prestação desportiva?

Em 6 anos, temos 3 subidas de divisão, com uma taça da AFB pelo meio. Os nossos vizinhos olhavam para nós “de cima” e hoje respeitam-nos e até nos admiram. Fomos referenciados em todo o país como o expoente do “puro futebol”.

Caros adeptos, peço-vos que reflitam sobre o acima exposto. A vossa adesão irá determinar o futuro do clube. Estamos dispostos a continuar essa caminhada. Dependerá de vós.

Aos que ontem marcaram presença, o nosso muito obrigado por dar significado ao nosso trabalho. É para vós que o fazemos. E desculpem o desabafo. Mas tinha de o fazer”, concluiu.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?