RUI OLIVEIRA TOMA POSSE COMO PRESIDENTE DA AAUM

O jovem vimaranense tomou posse na passada sexta-feira, no Salão Medieval da Reitoria da UMinho.

O estudante salientou o compromisso da AAUM com a comunidade estudantil. ©Direitos Reservados

É uma “importante tarefa” para “reverter o constante atraso” do país quando comparado com os parceiros europeus no que diz respeito às políticas do Ensino Superior: o novo presidente da Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM), Rui Oliveira, defendeu, na sua tomada de posse, a gratuitidade do Ensino Superior. O jovem vimaranense, aluno do Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica, encabeçou a lista vencedora das eleições para aquele órgão no início de dezembro último.

No discurso da tomada de posse, que decorreu na passada sexta-feira, dia 03 de janeiro, no Salão Medieval da Reitoria da UMinho, o presidente da AAUM tocou em pontos como “o aumento do financiamento na Ação Social, a redução do valor das propinas e as despesas que os estudantes têm com a alimentação, transportes, alojamento e material”, cita comunicado da associação de estudantes. E está empenhado em defender “os legítimos interesses dos estudantes”, através de uma direção que guiará o seu trabalho através dos princípios “da democraticidade, da representatividade e da independência”. Mas o jovem vimaranense apontou que “há um longo caminho a percorrer”, uma vez que a AAUM “será sempre” um “projeto inacabado”. Rui Oliveira frisou: os novos membros da AAUM “estão preparados para se comprometerem com a comunidade estudantil”.

Para além da Direção da AAUM, também tomaram posse outros dois órgãos da AAUM — Conselho Fiscal e Jurisdicional e Mesa de Reunião Geral de Alunos). Já Rui Vieira de Castro, reitor da UMinho, realçou que “o compromisso da AAUM com estudantes foi sempre marca de água”. Mas deixou o desafio à nova direção de promover iniciativas que estimulem “uma maior participação da comunidade académica”.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?