Supercomputador vem para Guimarães

O Avepark, vai ser a sede de um equipamento de supercomputação da União Europeia que vai servir institutos de investigação e empresas do Norte do país. 

Foto: Universidade do Texas

O supercomputador representa um investimento global de 40 milhões, a realizar em dois anos. O projeto arranca em 2021 e é parte de uma candidatura da Fundação de Ciência e Tecnologia e do Ministério da Ciência.

Domingos Bragança explicou que o equipamento “dá resposta à sociedade e economia digital” e destacou o papel de António Cunha na vinda deste equipamento para o concelho.

O supercomputador é cedido pela Universidade do Texas, nos Estados Unidos e visa estimular a participação de Portugal nas redes e consórcios europeus envolvidos no desenvolvimento e na utilização de computação. O equipamento servirá também para potenciar a atividade de investigação.

O acordo para a sua instalação é tripartido entre a Fundação para a Ciência e Tecnologia, a Universidade do Texas-Austin e a Universidade do Minho.

Além do Minho, os outros supercomputadores vão ser instalados em Sófia (Bulgária), Ostrava (República Checa), Kajaani (Finlândia), Bolonha (Itália), Bissen (Luxemburgo), Maribor (Eslovénia) e Barcelona (Espanha).

“Domingos Bragança garante que o Avepark vai ser o novo centro de referência na área da supercomputação da região Minho”, lê-se na página do “Guimarães Marca”.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?