TecMinho faz 30 anos

A TecMinho, interface da Universidade do Minho, pioneira na ligação universidade-empresa em Portugal, assinala o 30º aniversário esta sexta-feira, com a conferência online “Inovação – Que caminhos?”, juntando das 9h30 às 18h00 dezena e meia de oradores reconhecidos.

A sessão de abertura cabe ao reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro, e ao presidente da TecMinho, Eugénio Campos Ferreira. Segue-se uma palestra do húngaro Péter Mogyorósi, diretor-geral da LC Innoconsult e com mais de 25 anos na gestão da inovação. Vai falar sobre como se gerar impacto real de projetos científicos financiados pela UE.

O painel “Ecossistemas de inovação” conta às 11h00 com Marta Catarino, diretora de empreendedorismo e transferência de tecnologia da TecMinho, Augusto Lima, vereador do Município de Famalicão e coordenador da iniciativa Famalicão Made IN, e José Dionísio, codiretor-geral da Primavera BSS.

Às 14h00, “O futuro do trabalho e o trabalho do futuro” reúne Paulo Silva, coordenador de formação e desenvolvimento organizacional da TecMinho, Paulo Compadrinho, administrador da ITEC, e as gestoras de treino e talento Lúcia Pereira, da BorgWarner, e Carla Salgado, da Continental Mabor.

Duas horas depois é a vez de Marta Candeias, da Agência Nacional de Inovação, falar do novo quadro de apoio a I&D do programa europeu Horizonte 2020. Por fim, conhece-se boas práticas na transferência e valorização de conhecimento, através de João Mil-Homens, diretor de inovação do grupo José de Mello, Raúl Fangueiro, coordenador da Plataforma Internacional Fibrenamics, e Marco Sousa, responsável do gabinete de apoio de propriedade industrial da TecMinho. O fecho conta com o diretor-geral da TecMinho, Filipe Soutinho

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?