Têxteis voltam ao vermelho em setembro

Segundo dados Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP), as exportações de têxteis e vestuário no mês de setembro voltaram a decrescer registando uma quebra homóloga de 7%, com um valor mensal exportado de 357 milhões de euros.

Em termos globais, os artigos de vestuário são os que registam maior quebra: menos 26 milhões de euros exportados (-12%). As exportações de têxteis, exceto têxteis confecionados, registaram uma quebra de 2,4 milhões de euros (-3,3%) e as exportações de têxteis confecionados obtiveram um acréscimo de 2,3 milhões de euros (+3,7%).

Espanha foi o destino que registou a maior quebra (menos 18,6 milhões de euros; -15%) seguindo-se Itália (menos 3 milhões de euros, -14%) e a Turquia (menos 2,4 milhões de euros, -64%).

Em termos cumulativos, de janeiro a setembro os têxteis e vestuário acumulam um valor exportado de 3 424 milhões de euros, -13% do que o verificado no ano transato.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?