UMinho com quase 3.000 vagas no concurso nacional de acesso

A Universidade do Minho disponibiliza 2.928 vagas no concurso nacional de acesso ao ensino superior, em 2021/22, mais 13 do que no último ano letivo. Dos 57 cursos com vagas a concurso, supera-se a centena de vagas em Engenharia Informática (170), Engenharia e Gestão de Sistemas de Informação (140), Medicina (120) e Direito (110).

A principal novidade deste ano é a reconversão dos mestrados integrados de engenharia e de psicologia, cinco anos, para licenciatura, três anos, e mestrado, dois anos. Os únicos mestrados integrados são agora em Medicina e em Arquitetura. No sentido de se ajustar à procura, a formação em Engenharia Biológica passa para Engenharia Química e Biológica, a licenciatura em Contabilidade transita para regime diurno, as licenciaturas em Direito e em Educação mantêm-se em horário laboral e pós-laboral, enquanto o acesso à licenciatura em Música continua a decorrer por concurso local.

A primeira fase do concurso nacional de acesso decorre de 6 a 20 de agosto, e cada aluno indica até seis pares curso/estabelecimento, por ordem de preferência. Os resultados serão publicados a 27 de setembro, seguindo-se as matrículas online. As atividades letivas arrancarão a 4 de outubro.

Além do regime geral, usado por quem acaba o ensino secundário e faz exames nacionais, pode aceder-se ao ensino superior pelo Concurso Especial para Estudantes Internacionais e por outros Concursos Especiais, que incluem os concursos para detentores de diplomas de especialização tecnológica, de técnico superior profissional ou de outros cursos superiores, bem como através do Concurso de Acesso para Maiores de 23 Anos.

Uma vez colocado, é possível mudar de instituição e/ou curso através do regime de Mudança de Par Instituição/Curso.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?