UMinho vai estar envolvida na produção de vacinas contra a Covid-19

A Escola de Medicina da Universidade do Minho vai estar envolvida na produção em massa de vacinas contra a covid-19. A informação foi avançada, esta quarta-feira, pelo presidente da Câmara Municipal de Paredes de Coura, Vítor Paulo Pereira.

De acordo com Vítor Paulo Ferreira as reuniões entre a empresa que será responsável pela produção e a Escola de Medicina já estão a decorrer há algum tempo, sendo que nos próximos dias responsáveis da empresa em questão irão visitar as instalações da UMinho. Este será, segundo o autarca, o primeiro protocolo celebrado entre a empresa e uma instituição de ensino superior.

Segundo informações do jornal Público, a primeira unidade de produção industrial de vacinas vai estar à responsabilidade da Zendal, uma empresa de biotecnologia sediada na Galiza, uma das três unidades industriais a instalar-se no Parque Empresarial de Formariz, Paredes de Coura, até ao final do ano.

Este investimento ronda os 15 milhões de euros e vai criar, numa primeira fase, 30 postos de trabalho, sendo que “50% [dos cargos] serão [atribuídos a] licenciados”, informa a biotecnológica em comunicado.

O protocolo prevê a colaboração de docentes e investigadores da Universidade do Minho.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?