Vacina Pfizer está atrasada entre 3 a 4 semanas

A farmacêutica norte-americana alertou que esta situação de atraso vai decorrer enquanto está a melhorar a sua capacidade de produção. 

O objetivo do aperfeiçoamento da vacina passa por elevar a sua capacidade de produção para dois mil milhões de vacinas por ano (nesta altura são 1,3 mil milhões).

Haverá um atraso nesta fase entre três a quatro semanas que poderá ser compensado com uma maior distribuição na fase seguinte. Citada pela “The Guardian”, a Pfizer explica que o “atraso será sentido nos países europeus ainda em janeiro e no início de fevereiro. A partir de finais de fevereiro e no mês de março a tendência irá inverter-se, com o aumento da capacidade de produção”.

A Pfizer explicou que a produção e distribuição tem decorrido dentro dos prazos confidenciais definidos em calendário, mas admitiu que as datas são apenas estimativas e objetivos.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?