Vânia Dias da Silva abandona o CDS-PP caso a atual direção se mantenha no poder

Vânia Dias da Silva, vereadora na Câmara Municipal de Guimarães, eleita a 26 de setembro, anunciou, em carta enviada à secretaria geral do CDS-PP que, “logo após a realização do próximo congresso do partido (seja ele qual for, onde for e quando for) que vos eleja (referindo-se à atual direção) se desfiliará do partido.

Vânia Dias da Silva, vereadora na Câmara Municipal de Guimarães

A democrata cristã critica a direção de Francisco Rodrigues dos Santos, dizendo que lamenta “muito que tenhamos chegado até aqui. Tenho quase 30 anos de militância e nunca tinha visto nada igual. No mesmo espírito destrutivo que vos move, farei chegar a minha desfiliação logo após a realização do congresso”.

Vânia Dias da Silva é mais um dos nomes do CDS-PP a apontar à porta de saída devido ao adiamento do congresso para eleger o líder do partido. O congresso estava inicialmente agendado para o final de novembro mas o Conselho Nacional aprovou o seu adiamento, permitindo a Francisco Rodrigues dos Santos concorrer às previsíveis eleições legislativas que deverão ser anunciadas para o próximo mês de janeiro. Na corrida à liderança dos democratas cristãos estava já também o eurodeputado Nuno Melo.

Vânia Dias da Silva foi eleita para o executivo municipal como número três da lista da coligação Juntos por Guimarães (PSD/CDS-PP). Caso se concretize a desfiliação do partido, Vânia Dias da Silva poderá manter-se em funções na câmara municipal, mas terá de o fazer como independente.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?