Vaudeville Rendez-Vous: Váld inaugura palco do jardim do Paço dos Duques

O coletivo Right Way Down sobe a palco esta quarta-feira, 21 de julho, às 21h00, no jardim do Paço dos Duques. Utilizando múltiplos corpos e a desconstrução da técnica convencional de pinos, Váld é uma exploração da transformação do foco individual em algo mais expansivo. Váld utiliza o equilíbrio como pincel de pintura para se apoiar na destruição, decadência e renascimento. Espelhando a natureza simbiótica da floresta, com as suas raízes entrelaçadas, juntam-se para criar uma nova forma de equilíbrio.

A 22 de julho, às 18h00, a Compagnie Troubles Champêtres apresenta uma estreia nacional. Là-bas é a historia de um jovem, que migra do seu país de origem para novas terras. Um espetáculo de circo contemporâneo que junta a escrita dramática com o circo ao ritmo da roda Cyr.

No mesmo dia, às 21h00, o festival traz Copyleft a Guimarães. Um projeto de malabarismo para espaço público, que combina dança, artes de rua e circo.
Seis malabaristas com a aparência de tenistas, reúnem-se no espaço. As medidas de segurança, bem como pequenos jogos são explicados ao público durante a performance.

No dia 23 de julho, pelas 18h00, é a vez de Rita Carmo Martins apresentar Rizoma, um work-in-progress sobre a teoria filosófica “Rhizome” de Deleuze e Guattari. Apresenta-se como uma pesquisa contínua sobre sensibilidade, força, adversidade e infância.

Joel Marti e Pablo Molina mostram o seu trabalho sexta-feira às 21h00, com Random. Equilíbrio, contorção, corda bamba, dança, teatro e diálogos perturbadores para uma história dificilmente credível, narrada por este duo pronto para qualquer coisa.

A manhã de sábado combina skate, malabares, teatro, música e pintura ao vivo. Uma comédia surrealista sobre uma mulher à procura do significado da sua vida, que lida com os seus problemas e tenta aprender através deles. Este espetáculo envolve a participação da comunidade local de skateboarders.

Ao final da tarde há um cruzamento entre o circo, a música concreta e teatro. 3D é uma peça de circo escrita para o Espaço Público, numa demonstração exaustiva do objeto-aparelho.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?