Westway LAB 2020 entre o Centro Cultural Vila Flor e o mundo digital

A 7.ª edição do Westway LAB ocorre, excecionalmente, em outubro. Este ano, apresenta uma nova configuração híbrida que conjuga a experiência presencial com acesso digital a importantes conteúdos onde cabem concertos, conferências e keynotes.  

O Westway LAB 2020 reunirá em Guimarães nomes e projetos artísticos como The Legendary Tigerman, Valter Lobo, Mão Morta Redux, Tó Trips, The Lemon Lovers, Miramar, Evols, Seiva e IAN, estes dois últimos em estreita colaboração com a plataforma Why Portugal. Tó Trips e Mão Morta Redux com a particularidade de musicarem ao vivo no festival, respetivamente, as suas bandas sonoras originais dos filmes Surdina, realizado pelo cineasta vimaranense Rodrigo Areias, e A Casa na Praça Trubnaia, obra-prima do cineasta soviético Boris Barnet, numa edição do Westway LAB que propõe um foco sobre filmes-concerto, promovendo a dimensão audiovisual como uma forte experiência imersiva a ser vivida nos dias do festival. 

As conferências PRO, que contarão com a participação de nomes como Roberta Medina e Rob Challice, acontecem nos dias 15, 16 e 17 com transmissão digital, tal como os concertos de Julian Zyklus, Hickeys, Aka Neomi, Misia Furtak, Lily Arbor, Carnival Youth, Jack Found, Samuel Coelho, Anibal Zola, André Júlio Turquesa e Yosune. 

Encontram-se disponíveis bilhetes diários para os concertos de 16 e 17 de outubro, bem como um passe para os 2 dias de concertos e o registo nas conferências PRO. Os concertos do dia 15 serão de entrada gratuita.

Transmissão digital da programação

Em 2020, o primeiro evento em Portugal a reunir as vertentes de concertos, conferências e criação, decorre de 14 a 17 de outubro e a música revela-se sob a forma de concertos, conferências e keynotes, a acontecerem ora no Centro Cultural Vila Flor, ora no mundo digital. 

O programa de concertos presenciais será mais reduzido que o habitual, com nove concertos protagonizados por artistas nacionais, e terá lugar, todo ele, no Grande Auditório do CCVF, sempre a partir das 21h30, com lugares marcados, havendo também a possibilidade de acompanhar a sua transmissão em direto nas redes sociais d’A Oficina e do Westway LAB.

Paralelamente, também haverá lugar a outros 11 concertos de projetos portugueses e internacionais via streaming, com difusão através de uma plataforma digital criada para o efeito pela AMAEI (Associação de Músicos Artistas e Editoras Independentes).

As conferências PRO desta 7ª edição serão igualmente difundidas através da mesma plataforma digital, de forma a mostrar mais uma vez Guimarães ao mundo. 

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?