White Angels e Vitória juntos em campanha solidária: “Não ficará por aqui”

O Vitória e os White Angels juntaram-se, uma vez mais, e angariaram mais de três toneladas de bens que serão ser distribuídos por nove instituições do concelho. 

© Cláudia Crespo / Mais Guimarães

Miguel Pinto Lisboa explicou, esta manhã, que esta iniciativa “visa tornar menos difícil a vida de alguns que passam por algumas dificuldades” e manifestou interesse em repetir, durante todo o ano. “Não ficará por aqui, iremos continuar no decurso do ano mais vezes”, disse. Referiu que “a atual situação trouxe mais dificuldades a várias franjas da população” e, da parte dos envolvidos, existe “essa sensibilidade para contribuir para que todos possam ter um melhor Natal e uma melhor vida”.

Uma campanha que envolveu também a Câmara Municipal e que Paula Oliveira, vereadora com o pelouro da ação social, considerou fazer “mais sentido que nunca”. Solidariedade e fraternidade são, para Paula Oliveira, as palavras chave. “O Natal faz-se de gestos concretos e se a solidariedade e a fraternidade sempre fizeram sentido, num contexto pandémico fazem mais ainda”, frisou. Muitas famílias viram agravadas as suas necessidades e o acesso a bens básicos. A vereadora explicou que, com bens básicos, não faz referência apenas a bens alimentares mas também a bens de higiene, “produtos a que as famílias não têm acesso, mas que fazem a diferença no seu dia a dia”.

Para Paula Oliveira “é importante darmos conhecimento destas boas práticas para sensibilizarmos tantos outros” para que “os vimaranenses e os mais frágeis possam ter uma vida mais digna e mais feliz”.

Marco Talina, enquanto representante dos White Angels, reforçou o “amor à cidade” que “obriga a pôr ao dispor, não só aquilo que damos ao clube enquanto apoio, mas também através de outras práticas, como esta”.

Estiveram ainda presentes, no encerramento da campanha de recolha de bens, Alexandre Lopes, em representação da Arcol, e Joaquim Fernandes, em representação do Continente.

As mais de três toneladas de bens recolhidos serão distribuídos pelas instituições vimaranenses Centro Social Paroquial Ronfe, Fraterna, Guimarães Acolhe, Centro Social D. Manuel Monteiro de Castro, Santa Casa Misericórdia Riba d’Ave, Centro Infantil Pevidém, Centro Social Padre Manuel Joaquim Sousa, Casa do Povo de Fermentões, Centro Social Nespereira e ADCL.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?