A CIÊNCIA DE CORTAR PEIXE CONGELADO

O projeto MaxCut4Fish tem como objetivo investigar e desenvolver um sistema inteligente e modular de corte automático de pescado congelado que, explorando e conjugando o potencial da visão computacional e automação sensorial, permitirá definir cortes ótimos para cada pescado em função das suas características morfológicas, volumétricas e de peso, possibilitando assim, entre outros aspetos: a maximização do aproveitamento do pescado; a minimização dos desperdícios produtivos; o aumento da qualidade e da uniformização das postas finais.

O MaxCut4Fish é um sistema inteligente de corte modular, permitindo que um dos módulos esteja a cortar as postas de acordo com o peso pretendido, enquanto outro módulo corte segundo as medidas pretendidas, sem haver necessidade de parar completamente o equipamento para manutenções, já que estas são alternadas/programadas.

Pela incorporação desta tecnologia state-of-the-art em termos de visão computacional, automação sensorial e controlo, com a mínima intervenção humana, será possível às organizações envolvidas: conquistar quotas de mercado; variar a carteira de clientes; aumentar a produtividade; reforçar a estratégia de I&D; aprofundar o know-how técnico e científico; ampliar a rede de colaborações.

O CCG está responsável pelo desenvolvimento da visão computacional e da modelação tridimensional do MaxCut4Fish. As atividades deste projeto focam-se na investigação e no desenvolvimento dos algoritmos que sustentam 4 subsistemas que, posteriormente, incorporarão um protótipo que será testado em ambiente industrial.

O projeto MaxCut4Fish é apoiado pelo COMPETE 2020 no âmbito do Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico na vertente de Co-promoção, com um Investimento elegível de 820 mil euros o que resulta num Incentivo FEDER de 536 mil euros. O projeto é promovido pela SIROCO – Sociedade Industrial de Robótica e Controlo S.A., e co-promovido pelo CCG – Centro de Computação Gráfica e pela Gelpeixe – Alimentos Congelados, S.A..

A Associação CCG/ZGDV – Centro de Computação Gráfica (CCG) foi fundada em 1993 e estabelecida junto da Universidade do Minho, Campus de Azurém, Guimarães, em 2001, como uma associação de investigação, desenvolvimento e consultoria, de natureza privada e sem fins lucrativos.

O CCG é uma entidade qualificada pelo Sistema Científico e Tecnológico Nacional (SCTN) para a Prestação de Serviços de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico e para Consultoria e Serviços de Apoio à Inovação às empresas, constituindo-se ainda, membro cofundador da rede GraphicsMedia.net – Rede Internacional de Cooperação em Investigação Aplicada em Computação Gráfica, Tecnologias Multimodais-Multimédia e Tecnologias Digitais Visuais Interativas.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?