AAUM pede “período de tolerância” para o pagamento de propinas

Associação de estudantes apela ainda ao cancelamento de penalizações que poderão acontecer nos próximos tempos.

© Mais Guimarães

No dia Mundial do Estudante, assinalado terça-feira última, a Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM) defendeu a criação de um “regime excecional no que concerne ao pagamento de propinas de estudantes da UMinho”.

Assim, a associação estudantil defende a “definição de um período de tolerância” ao pagamento das prestações e o cancelamento “de todas as penalizações decorrentes do incumprimento dos prazos previamente estabelecidos”, de forma colmatar a falta de resposta que alguns poderão ter com a “quebra de rendimentos que será sentida por grande parte das famílias”. A AAUM indica ainda que devem ser criadas “condições especiais” para o pagamento de propinas e despesas com alojamento por parte de famílias carenciadas.

Quanto à metodologia de ensino adotada na academia perante a Covid-19, que se baseia em aulas online, a AAUM defende que é necessário apresentar respostas às dificuldades de acesso a novas tecnologias que alguns alunos poderão ter, “nomeadamente por carência de recursos económicos”. Quanto à avaliação dos alunos, a associação frisa que existem “inúmeras dúvidas” sobre “o formato e a cronologia” da mesma.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?