Albano Coelho Lima, “um exemplo do tipo de pessoa que todos devíamos ser”

A inauguração do monumento “Albano Martins Coelho Lima” e requalificação do largo do Pelourinho decorreu esta manhã, em Pevidém. A homenagem a Albano Coelho Lima iniciou com a interpretação do tema Mar Português, pelo Orfeão CCD Coelima, e do poema “Homem Tu Foste Grande de Humildade”, pelo Teatro Coelima. Uma homenagem “mais do que justa” a uma das “figuras mais preeminentes da comunidade”, disse Angelino Salazar. 

© Joana Meneses/Mais Guimarães

Pevidém tem agora uma peça escultural de “muito valor patrimonial”, com mais de 40 anos. “Uma homenagem à altura do legado e do nome” de Albano Coelho Lima, um homem “visionário que, para além de um grande empresário, era um bom homem. Uma homenagem mais do que justa”. 

José Manuel Coelho Lima, trineto de Albano Coelho Lima, apesar de já não ter conhecido o fundador da Coelima, disse ter ainda “uma imagem clara” do trisavô. “Estarmos hoje a falar dele, tantos anos depois de ter deixado de estar entre nós, diz muito daquilo que ele foi”.

“A imagem que criei do avô Albano é de um homem simples e sério, mas, sobretudo, muito trabalhador. Um exemplo do tipo de pessoa que todos devíamos ser”, referiu José Manuel. “A vida do avô Albano é uma prova que sem trabalho e esforço não se vai a lado nenhum. Um homem que passou de um pequeno tear, nas traseiras da casa, para uma fábrica enorme que deu emprego a mais de 3.000 pessoas.” Destacou o relacionamento do trisavô com os trabalhadores: “não era patrão, era colega, não era dono da empresa, era mais um para ajudar a construir a empresa”. Falar em nome da quinta geração, para o jovem, significa que têm “muito para dar pelo muito e pelos valores” que já receberam.

© Joana Meneses/Mais Guimarães

Adelino Coelho Lima, filho do fundador da Coelima, agradeceu pela “decisão, trabalho e despesas” da junta de freguesia e da Câmara Municipal. Recuou ao ano de 1989 para agradecer, também, aos trabalhadores da Coelima que, através de uma Comissão Executiva, “quiseram prestar homenagem póstuma ao fundador”. O “sofrimento” de recordar o passado “misturou-se com algum orgulho”, acabou por explicar relembrando momentos que viveu com o pai. Os irmãos mais velhos começaram a ajudar o pai desde cedo, mas Adelino Coelho Lima apenas começou em 1959. “Já o comboio rolava em dimensão e velocidade”, diz. 

“Uma comunidade só terá um futuro honrando e homenageando o seu passado”

Os “recursos e empenho” da Câmara Municipal, na pessoa de Domingos Bragança, foram referidos por Angelino Salazar, presidente da junta, que agradeceu à família, destacando Adelino Coelho Lima, “como o representante da família”, Alexandre Coelho Lima, arquiteto da obra, e André Coelho Lima, que “sempre acreditou e nunca desistiu”. 

Falando do impacto social, cultural, económico e desportivo do fundador da empresa, Angelino Salazar afirmou que “uma comunidade só terá um futuro honrando e homenageando o seu passado”, referindo-se a Albano Coelho Lima como “uma das figuras mais preeminentes da comunidade.”

© Joana Meneses/Mais Guimarães

Um dia “marcante” para Pevidém e para Guimarães, disse Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal de Guimarães. “Estamos a homenagear um dos mais valorosos da sociedade vimaranense”.

Na cerimónia que marcou, também, as comemorações do 24 de junho de 1128, Domingos Bragança frisou que esta obra “presta homenagem de uma comunidade inteira” a Albano Coelho Lima. “Do pouco que tinha ou possuía, fez esta grandiosa obra que nos fica e perpetua pelo exemplo e referência.”

Academia de Transformação Digital terá o nome de Albano Coelho Lima

A terminar o discurso, Domingos Bragança vincou a vontade de que o largo do Pelourinho se passe a designar por largo Comendador Albano Coelho Lima. Acrescentou ainda que está “disponível para perpetuar a memória de Albano Coelho Lima”, dando o seu nome à futura Academia de Transformação Digital.

“Foi um homem marcante a nível nacional e internacional, um ícone da indústria. Temos que fazer seguir este exemplo para as gerações futuras”, concluiu.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?