CarClasse
CarClasse
Álvaro Pacheco: “A minha equipa foi muito inteligente”

Declarações do treinador do Vitória na conferência de imprensa após o jogo com o Moreirense.

© Vitória SC

Álvaro Pacheco destacou a vitória frente a “uma equipa muito forte defensivamente e com uma ideia de jogo reativa. Fecha blocos e não permite espaços ao adversário. Sabíamos que tínhamos de fazer um jogo forte para não cairmos nas armadilhas do Moreirense. A minha equipa foi muito inteligente, não permitimos muitos contra-ataques do adversário e fomos controlando o jogo. Chegamos ao golo de forma natural e madura.”

O treinador acrescentou que “se não fossemos capazes de conseguir os três pontos, o Moreirense podia-se aproximar. Fechamos espaços entrelinhas e o jogo de profundidade para as segundas bolas, os nossos laterais e extremos fecharam-se nesses momentos, não permitimos que o adversário criasse oportunidades.”

Questionado sobre a possibilidade de ultrapassar a melhor marca de pontos do Vitória em todas as temporadas, Álvaro Pacheco disse que “somos uma equipa que vive o dia a dia, o próximo desafio para o campeonato é chegar aos 56 pontos. No final da temporada vamos ver quantos pontos somos capazes de fazer. Olhando para o grupo, creio que vai escrever história no clube.”

O timoneiro deu ainda conta que o foco dos jogadores “é serem campeões todos os dias e passo a passos terem objetivos. Fizemos 53 pontos e agora queremos descansar e focar no próximo jogo (frente ao Porto para as meias-finais da Taça de Portugal) que queremos muito chegar à final. É importante o apoio dos adeptos, tivemos aqui um inferno branco e depois focamo-nos no próximo fim de semana, para irmos à procura dos 56 pontos.”

Para Álvaro Pacheco, a ida de Jota Silva à Seleção Nacional “motivou-o, sem dúvida nenhuma, pelo que tem sido o seu percurso e pela evolução. É também uma motivação para o plantel porque olhamos para o Vitória com muito potencial, tem jogadores jovens e com potencial para chegar à seleção do seu país. É um sinal de que é possível, mas mantêm-se focados nos processos do clube e é um prémio para o Jota e para os meus jogadores.”

Questionado sobre a evolução de Kaio César e da sua permanência no Vitória na próxima temporada, o técnico apontou que “é um miúdo com muito potencial e com um carisma daquilo que é ser jogador do Vitória. Percebe aquilo que é estar num país e cultura diferente e está a ter a adaptabilidade necessária, percebe o jogo muito bem e é um jogador muito interessante. É importante saber que há outros pormenores na decisão dele ficar, mas evoluiu muito e vejo que está mais preparado do que quando entrou aqui.”

 

PUBLICIDADE

Arcol

Partilhar

PUBLICIDADE

Ribeiro & Ribeiro
Instagram

JORNAL

Tem alguma ideia ou projeto?

Websites - Lojas Online - Marketing Digital - Gestão de Redes Sociais

MAIS EM GUIMARÃES