Antevisão: João Aroso ao leme do barco Vitória

Ainda com pesadelos europeus e com a demissão de Moreno, o Vitória realiza o primeiro jogo para o campeonato no estádio D. Afonso Henriques frente ao Gil Vicente, neste sábado, às 15h30.

vitória-com-barra

Ainda com pesadelos europeus e com a demissão de Moreno, o Vitória realiza o primeiro jogo para o campeonato no estádio D. Afonso Henriques frente ao Gil Vicente, neste sábado, às 15h30.

© Direitos Reservados

Os conquistadores chegam à segunda jornada numa fase duplamente conturbada. Apesar de não ser “um momento fácil”, João Aroso indicou que sente “o grupo preparado, unido e com muita vontade de fazer tudo para ganhar” frente ao Gil Vicente. O Vitória parte para este jogo com Ricardo Mangas, Telmo Arcanjo e Borevkovic fora das opções. Com a previsão da continuação da utilização do sistema tático 3-5-2, o técnico interino vitoriano sublinhou que “a diferença é que não estava cá o Moreno”, e ressalvou que “a liderança é de todos”.

João Aroso apelou ainda para a compreensão dos adeptos perante um momento difícil: “Precisamos muito do apoio deles no jogo todo. Vamos apelar para que percebam que nesta fase não será sempre possível jogar o jogo que eles mostraram, depois avaliem no final e manifestem-se”.

Já do outro lado, e com 18 jogadores que transitaram da temporada passada para a atual, o Gil Vicente apresenta uma equipa bem organizada, coesa nas transições defensivas e com jogadores capazes de desiquilibrar a defesa contrária em vários momentos. Mas. tal como afirmou João Aroso na antevisão à partida, mais que individualidades, a qualidade da equipa “é alicerçada no coletivo”. O clube de Barcelos conta com Vitor Campelos, natural de Guimarães, no comando técnico dos gilistas.

Os clubes medem forças depois de entrarem ambos com o pé direito. Ainda treinados por Moreno Teixeira, os conquistadores venceram no reduto do promovido Estrela da Amadora, com um golo solitário de Jota. Mesmo com a vitória, o jogo vitoriano careceu de oportunidades. Do outro lado, os gilistas encontram-se provisoriamente no segundo lugar, após golear o Portimonense em Barcelos por uns expressivos 5-0, com golos de Fujimoto (2), Pedro Tiba, Tidjany Touré e Gabriel Pereira.

Em termos históricos, o Vitória sai por cima. Frente ao Gil Vicente, os conquistadores venceram por 23 vezes e empataram 15. Já os gilistas levaram a melhor por 17 vezes. No castelo do rei, o Vitória venceu os últimos dois jogos: 1-0 no último jogo em casa na temporada passada e 5-0 a 15/05/2022.

PUBLICIDADE

Arcol

Partilhar

PUBLICIDADE

Ribeiro & Ribeiro
Instagram

JORNAL

Tem alguma ideia ou projeto?

Websites - Lojas Online - Marketing Digital - Gestão de Redes Sociais

MAIS EM GUIMARÃES