ARQUIDIOCESE DE BRAGA: VISITAS PASCAIS CANCELADAS

© Nuno Rafael Gomes/ Mais Guimarães

Seguindo o comunicado de quarta-feira, que indicou que as visitas pascais em algumas das freguesias do concelho de Braga não seriam realizadas, bem como atividades religiosas como a catequese, a Arquidiocese de Braga informou que o compasso não andará pelas casas das freguesias este ano. “Na Vigília Pascal e no Domingo de Páscoa, não deve apresentar-se, como é costume, a cruz com o Ressuscitado, para o beijo ou saudação com o toque da mão”, informa-se também. Nas áreas “mais afetadas”, é “obrigatória a suspensão da catequese e atividades dos grupos de jovens”.

A medida insere-se num interesse em “lutar arduamente contra todas as fontes de contágio” por parte da Arquidiocese. Numa Nota Pastoral de D. Jorge Ortiga, recomenda-se ainda “prudência nas celebrações e espaços litúrgicos, como, por exemplo, a comunhão na mão, a comunhão por intinção dos sacerdotes concelebrantes, a omissão do gesto da paz e o não uso da água nas pias de água benta”.

As eucaristias dominicais não estão ainda suspensas, mas D. Jorge Ortiga assume que, se for necessário, será seguido esse procedimento. “Em última circunstância, pode recorrer-se às novas tecnologias, tal como acompanhar a eucaristia através da televisão, internet ou da rádio.” A decisão de manter confissões em tempo quaresmal cabe aos párocos.

Na nota, há mais um apelo: “A Páscoa, sem desconsiderar a vertente comunitária, teve sempre um cunho familiar inconfundível. Pedimos, por isso, aos párocos que preparem subsídios pastorais que ajudem as famílias a viverem a Páscoa nesta situação excecional.”

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?