Autorizada a venda de autotestes à covid-19 em farmácias

Da estratégia do Governo para controlo da pandemia fazem parte os autotestes rápidos para diagnóstico da covid-19. O Ministério da Saúde autorizou a venda destes dispositivos em farmácias e parafarmácias, assim como a sua disponibilização às unidades do sistema de saúde.

A medida foi publicada esta manhã em Diário da República. De caráter excecional, e que vigorará, pelo menos, por seis meses, permitirá que testes rápidos de antigénio, “realizados em amostras da área nasal anterior interna”, possam ser adaptados para serem usados por qualquer pessoa.

O prazo máximo do regime excecional é de seis meses, mas pode ser prorrogado por decisão da autoridade do medicamento, o Infarmed, a pedido do fabricante, desde que devidamente comprovada a submissão de pedido de avaliação de conformidade junto de um organismo notificado.

Esta abordagem já foi também adotada por outros países, como a Áustria e a Alemanha.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?