BOMBEIROS DAS TAIPAS RECEBEM FORMAÇÃO INTERNACIONAL

Proteção Civil, Bombeiros, Polícias, GNR, Exército, Marinha, Força Aérea, Enfermeiros, Médicos, Psicólogos vão estar numa formação única internacional, na cidade que vai receber a fase final da Liga das Nações já em junho.

Tem início esta sexta-feira, com duração até domingo, a Medical Response to Major Incidents (MRMI). Esta é a designação da formação internacional, pós-graduada, diferenciada na área da emergência e catástrofe, certificada por entidades internacionais como ESTES (European Society for Trauma and Emergency Sugery) e Board Europeu do MRMI, que decorre nas instalações dos Bombeiros Voluntários de Caldas das Taipas.

Nesta ação será efetuado um teste, tendo como pano de fundo para o cenário de simulação o Estádio D. Afonso Henriques, que receberá jogos da Final Four da Liga das Nações, agendados para 05 e 09 de junho.

Este treino é ministrado em Portugal pela equipa de formadores do Madeira Internacional Disaster Training Center (MIDTC) e é considerado uma das melhores formações para resposta à emergência em situações de catástrofe a nível internacional, destinado a todos os agentes de Proteção Civil, Bombeiros, Polícias, GNR, Exército, Marinha, Força Aérea, Enfermeiros, Médicos, Psicólogos e todos quantos desempenham funções de proteção e socorro às populações.

A formação é baseada num modelo de simulação avançada, treinando toda a cadeia de comando, como se tratasse de um cenário real: cenário do acidente, transportes, pré-hospitalar, gestão de hospitais face a cenários de multivítimas, triagem, corredores de evacuação e estrutura da comunidade que possa utilizar na resposta a um incidente multivítimas, ou seja, numa catástrofe.

A organização está a cargo da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Caldas das Taipas, com o apoio do Município de Guimarães. O diretor de curso é o médico Filipe Serralva, diretor do Serviço de Urgência do Hospital Nossa Senhora da Oliveira.

Este tipo de exercícios teve origem na Suécia em 2009 sob a responsabilidade do Prof. Sten Lennquist e, desde então, vários países o têm adotado, dada a facilidade com que a resposta à catástrofe se encaixa no modelo MACSIM que suporta a formação. Na última década realizaram-se várias formações por toda a Europa, sendo que em Portugal, o grupo de instrutores do MRMI foi já responsável pela formação de muitos profissionais de várias áreas no Funchal, Angra do Heroísmo, Cascais, Lisboa, Coimbra, Oliveira de Azeméis e Aveiro.

Já existiram 17 cursos em todo o país mas esta é a primeira edição que contará com o apoio e colaboração da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), tendo sido convidados a Ministra da Saúde e o Ministro da Adiministração Interna a estar presentes.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?