CÂMARA E VITÓRIA UNEM-SE PARA TRABALHAR EM INICIATIVAS CONTRA O RACISMO

Domingos Bragança revelou, em reunião de câmara, estarem em curso reuniões com a direção do Vitória para pôr em marcha iniciativas que preconizem os “valores universais” de “acolhimento” e “igualdade”.

© Mais Guimarães

A Câmara Municipal de Guimarães e o Vitória vão unir-se em manifestações contra o racismo. Uma semana após Marega ter abandonado o relvado do D. Afonso Henriques durante a partida que opôs Vitória e FC Porto devido a cânticos racistas, o presidente do município anunciou estarem em curso iniciativas que vinquem a “aclamação de valores de aceitação” com a direção do Vitória.

“A nossa mente é aberta ao acolhimento e à igualdade. O que temos de fazer é o que estou a diligenciar com o presidente do Vitória. Temos reuniões e outras entidades são bem-vindas”, disse Domingos Bragança, já no final da reunião do executivo municipal, aos jornalistas. Para o autarca, é importante “evidenciar” a sociedade vimaranense que, como caraterizou, é hospitaleira: “O que nos move é a paz, a igualdade, a concórdia.” O “fervor desportivo” pode, por isso, ser encaminhado para “energia positiva”.

O tema foi introduzido pelo vereador André Coelho Lima, da oposição, que frisou ser necessária a “condenação de atos de discriminação”, mas também contrariar “uma impressão externa” que possa ser criada. “A mensagem principal é óbvia: nem os vitorianos nem os vimaranenses são racistas. Acho que, talvez, este seja o período em que a realidade possa entrar em campo nesta matéria com iniciativas de caráter simbólico.”

O social-democrata apelou a uma manifestação contra o racismo “que junte as pessoas”. Uma vez que Domingos Bragança revelou que essa ideia já estaria a ser tratada, André Coelho Lima disse, após a reunião, ter-se sentido “satisfeito” com a novidade. “No fundo, a questão é deixar a discussão do detalhe para trás, perceber que aconteceu muita coisa que não deveria ter acontecido, designadamente a generalização que se fez a nível nacional. Entra-se na onda do populismo e politicamente correto e, a certa altura, não se pretende saber o que aconteceu em concreto”, expôs.

Tanto o vereador como o presidente da Câmara Municipal de Guimarães elogiaram, ainda, o “grande exemplo” que os adeptos vitorianos deram na deslocação ao Aves, na passada sexta-feira.  

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?