CONSELHO DE DISCIPLINA DA FPF ABRIU PROCESSO DISCIPLINAR AO VITÓRIA

© Direitos Reservados

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) abriu, esta terça-feira, um processo disciplinar ao Vitória de Guimarães, de acordo com os documentos disponibilizados online pelo mesmo organismo. O processo vem na sequência dos insultos racistas dirigidos a Moussa Marega no último domingo, durante o Vitória-FC Porto. O avançado acabou por abandonar o jogo.

Os insultos constavam, como já noticiamos, no relatório do árbitro Luís Godinho e dos delegados Nuno Pedro e Augusto Carvalho. Assim, esses relatórios (bem como o da polícia) serão enviados para a Comissão de Instrutores da Liga. Daí, “será enviada para o Conselho de Disciplina uma proposta de decisão, cabendo depois a este órgão da FPF, presidido por José Manuel Meirim, definir o castigo ou não”.

O Vitória pode ser punido, de acordo com o artigo 113 do Regulamento Disciplinar da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, com a realização de um a três jogos à porta fechada. É a punição para os clubes que “promovam, consintam ou tolerem” comportamentos “discriminatórios em função da raça, religião ou ideologia”.

Contudo, o jurista Alexandre Mestre, em declarações à Lusa, referiu que a regulamentação dificilmente será aplicada, uma vez que, sem espaço “para subjetividade” e “sem forma de provar o dolo do clube, não há como aplicar”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?