Covid-19: o ciclismo “leva um abraço às localidades mais longínquas” e quer voltar a fazê-lo, diz a ACM

A associação minhota, sediada em Guimarães, quer “transformar o ciclismo num fator positivo e de esperança”. Organismo recorda que “a bicicleta é uma alternativa de transporte para aqueles que precisam de se deslocar para o trabalho”

© Direitos Reservados

A Associação de Ciclismo do Minho (ACM) promete um regresso às atividades “mais forte e determinado”. O ciclismo vai ser, segundo o organismo, “um fator positivo e de esperança na tarefa de renascer Portugal”.

Sediada em Guimarães, a ACM afirma, através de comunicado, que
“tem insistido na sensibilização para o cumprimento das orientações da Direção-Geral da Saúde”.

“O ciclismo é a modalidade que leva o abraço às localidades mais longínquas e que vai ter com o povo. Abraçando-o. Vamos voltar a fazê-lo pois, juntos, seremos capazes de transformar o ciclismo num fator positivo e de esperança na tarefa de renascer Portugal”, promete a associação presidida por José Luís Ribeiro.

A ACM reconhece que “a época desportiva está inevitavelmente comprometida”, contudo, perante a incerteza, garante que vai continuar “em contactos permanentes no sentido de avaliar a situação para que, cumprindo as determinações das autoridades nacionais, seja possível ir equacionando o regresso à atividade”.

A bicicleta para ‘furar’ a epidemia

Na mesma nota informativa, a associação minhota recorda que “a bicicleta é uma alternativa de transporte para aqueles que precisam de se deslocar para o trabalho”, e acrescenta que “as apólices de seguros de acidentes pessoais e de responsabilidade civil, associadas à licença desportiva da Federação Portuguesa de Ciclismo, mantêm-se ativas, desde que a prática seja efetuada dentro do enquadramento legal em vigor”.

A Federação Portuguesa de Ciclismo criou um gabinete de apoio e que disponibiliza regularmente informações e recomendações. O organismo federativo reitera que “os cidadãos comuns podem fazer pequenas saídas para exercício físico”. “Também aqui a bicicleta pode ser usada de forma responsável, por curtos períodos e sempre de forma individual”

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?