Covid-19: Serviço de Oncologia do HSOG testa todos os doentes que fazem quimioterapia

Hospital deixa uma mensagem de apreço à equipa de Oncologia e aos restantes serviços que,” em união e partilha, se esforçam diariamente” para tratar todos os doentes, independentemente da patologia.

©  Direitos Reservados

O Serviço de Oncologia do Hospital da Senhora da Oliveira (HSOG) informou, através de comunicado, que está a rastrear todos os doentes que fazem quimioterapia, testando-os para a covid-19.

“Estes doentes são, muitas vezes, sujeitos a tratamentos que alteram a sua capacidade imunológica, em especial a quimioterapia,estando, assim, mais frágeis e com maior risco de complicações no contexto” atual da pandemia, indica o HSOG.

Desta forma, o Serviço de Oncologia do hospital adaptou-se à realidade e, “apesar das alterações de dinâmica internas, seguiu a norma publicada pela Direção-Geral da Saúde (DGS): ‘Reconfiguração dos Cuidados de Saúde na Área da Oncologia'”. Os pacientes estão, assim, dotados de “um ambiente mais seguro e tranquilo”.

Na mesma nota informativa, o HSOG assinala que “dois dias após a norma da DGS ter saído, foi possível iniciar-se o rastreio a todos os doentes que fazem quimioterapia”. A mesma fonte deixa uma mensagem de apreço à equipa de Oncologia e aos restantes serviços do Hospital que,” em união e partilha, se esforçam diariamente para que todos os doentes que necessitem de tratamento, e independentemente da sua patologia, possam ser cuidados devidamente no HSOG”

Após o aparecimento da covid-19 em Portugal, várias medidas têm sido implementadas para conter a propagação da doença e o HSOG “reorganizou-se por forma a dar resposta a toda a população que serve, infetados ou não pelo vírus, criando circuitos e espaços hospitalares específicos, com especial atenção às necessidades de grupos mais vulneráveis”, como é o caso dos doentes oncológicos.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?