Direção do Campelos desagradada com as últimas arbitragens

Arbitragem no jogo com o Pevidém B foi o ponto de saturação.

Flávio-Pinto-CC-2122
© Cláudia Crespo/Mais Guimarães

A arbitragem no último dérbi entre Campelos e Pevidém B não agradou aos responsáveis campelenses. Em comunicado, a direção liderada por Flávio Pinto foi categórica. “O Clube Operário de Campelos completará, no próximo dia 1 de março, 69 anos de existência, anos esses que são reconhecidos pelo seu bairrismo, vivacidade, mas igualmente pelo seu respeito e imagem de cumpridor para com todos os agentes envolvidos no desporto, desde atletas a fornecedores, passando por patrocinadores a equipas de arbitragem”, lembram os responsáveis.

“Ultimamente o respeito não tem sido recíproco por parte destes últimos agentes, com decisões dúbias e desigualdade nos critérios relativamente a adversários, tendo o seu auge sido atingido no passado sábado com decisões absolutamente estranhas e expulsões que em nada dignificam o bom senso no futebol, quando estávamos assistir a uma excelente partida com duas equipas a quererem vencer e uma terceira equipa a não ter a mesma capacidade com as referidas estranhas decisões, um diferencial de tratamento gritante para com os atletas e onde as expulsões prejudicam desde já a equipa para o próximo jogo”, acrescentam na mesma nota

E prosseguem. “O Clube Operário de Campelos não quer um tratamento especial, quer apenas igualdade e respeito pelas regras de jogo e que as mesmas sejam usadas de forma equitativa com todos os adversários”.

PUBLICIDADE

Arcol

Partilhar

PUBLICIDADE

Ribeiro & Ribeiro
Instagram

JORNAL

Tem alguma ideia ou projeto?

Websites - Lojas Online - Marketing Digital - Gestão de Redes Sociais

MAIS EM GUIMARÃES