Do Natal aos Reis #3: Encontre felicidade para além das redes sociais

As redes sociais servem tanto para aproximar as pessoas, reduzir a distância física (sobretudo em tempos de pandemia) e otimizar o nosso tempo, como também podem servir para a procrastinação, atrapalhando os momentos em que deveríamos estar a fazer algo produtivo.

© João Bastos/Mais Guimarães

Em alguns casos podem levar a uma dependência das redes sociais. Por vezes o tempo que passamos nas redes sociais é tanto que nem nos apercebemos do quão dependentes somos quer das novas tecnologias quer das redes sociais.

Passar muito tempo a olhar para um ecrã é prejudicial para a saúde quer a nível físico quer a nível mental. Pode levar à redução do convívio familiar e isolamento social; à necessidade de ser aceite virtualmente pelo número de likes das fotografias ou publicações postadas; ficar preso à falsa ilusão de felicidade permanente; interfere com o sono e com o nosso humor.

Alguns estudos indicam também que aumenta ou promove uma relação mais negativa com o corpo, mais ansiedade e em alguns casos mesmo depressão.

© Direitos reservados

Damos alguns exemplos de sinais de alerta a ter em consideração:

  • Faltar ao trabalho ou à escola, após ficar na internet até muito tarde;
  • Não fazer refeições por estar nas redes sociais;
  • Não conseguir realizar atividades como almoçar/jantar e tomar banho sem mexer no telemóvel;
  • Baixo rendimento escolar por passar muito tempo nas redes sociais;
  • Diminuição significativa da interação/convívio familiar;
  • Tirar selfies em situações ou lugares perigosos apenas para postar nas redes sociais;
  • Monitorização à distância da vida de ex. companheiros;
  • Criação de perfis falsos;
  • Começar a comentar de forma muito ofensiva as publicações de outras pessoas (inclusive figuras públicas).

Dar um tempo das redes sociais ou reduzir significativamente o tempo que lhe dedica, é uma ótima maneira de se reconectar com as pessoas que gosta e realizar atividades que realmente o deixam motivado. Use esse tempo com exercício, leitura, amigos e familiares. Faça as tarefas que precisam de ser feitas.

Vá reduzindo gradualmente o tempo. Defina um horário específico para o uso e o descanso das redes sociais (por exemplo aos fins de semana). Desative as notificações do telemóvel.

O presente é digital, no entanto não deixe que interfira com a sua Saúde Psicológica.

Moderação é a chave da questão.

Balanceie os momentos dedicados à vida real com os momentos dedicados à vida virtual.

Priorize a sua Saúde Psicológica.

Uma parceria Mais Guimarães e Emanuela Lopes

www.emanuelalopes.pt

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?