Domingos Bragança no lançamento da obra de ampliação das instalações da APCG

O Presidente da Câmara de Guimarães procedeu ao lançamento da primeira pedra para a obra de ampliação das instalações da Associação de Paralisia Cerebral de Guimarães (APCG), tendo em vista o aumento das respostas nesta área social. 

Domingos Bragança destacou o apoio da autarquia através da cooperação constante que tem sido vincada com a APCG, enaltecendo a concretização do novo projeto. “Este é um projeto necessário e que já está a ser implementado, precisamente para corresponder ao que é necessário nesta área social tão difícil, complexa e delicada. Ou seja, a criação de respostas às famílias que precisam do apoio especializado e permanente para a pessoa com paralisia cerebral, em residência/Lar e em atividades ocupacionais”, salientou o presidente da Câmara Municipal.

Com a ampliação desta estrutura, “a APCG vai registar um aumento de 30 lugares no CAO e mais 24 camas na valência de lar, o que significa mais de o dobro da atual capacidade, numa obra com orçamento a rondar 1,3 milhões de euros e com o apoio no âmbito do programa Norte 2020”, pode ler-se em nota enviada às redações.

O Presidente da APCG, Joaquim Oliveira, sublinhou a “necessidade desta obra” que vai permitir “dar uma resposta substancial a utentes que estão em lista de espera”, assim como a criação de novos empregos. “Este é um passo que há algum tempo queríamos avançar e agora foi possível com a aprovação do projeto no quadro do Norte 2020, dado que é um investimento significativo”, realçou. 

A APCG garante resposta nas valências da Reabilitação, CAO, Lar e Intervenção Precoce, contando com mais de duas centenas de utentes.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?