EFETUAR PÃO EM CASA

por Mário Moreira

Efetuar pão em casa

Uma belíssima maneira de aprender coisas novas, preencher bem o tempo, evitar confusões na rua, fazer economias, sentir prazer no útil à família

O pão é um importante e imprescindível alimento e como qualquer outro deve ser conservado em ótimas condições. É impossível evitar que endureça, porém, podemos fazer com que não aconteça tão rápido.

O pão de centeio e de mistura conservam-se frescos durante mais tempo. O pão de trigo deve ser comprado em pequenas quantidades.

O pão tem de “respirar”. Não deve ser guardado em caixas herméticas. Para evitar que ganhe bolor, devemos sacudir os resíduos do pão anterior e manter os seus abrigos limpos.

Não guardar o pão no frigorífico. As temperaturas baixas vão tornar que fique duro e seco. Pode ser conservado, fresco do dia, no congelador durante algumas semanas. Para o consumir, descongelar à temperatura ambiente.

Comprar pão fresco todos os dias em vez de quantidades de sobra. O pão fresco, apresenta uma côdea estaladiça e dourada. Se a  côdea não apresentar estas caracteristicas, é sinal que o pão não é do dia.

Estima-se que, anualmente, em Portugal se desperdicem 1 milhão de toneladas de alimentos e 1/3 do pão que se compra todos os dias.

O pão quando se encontra duro pode ser transformado em diversas e maravilhosas utilidades;

  • Levar ao forno a tostar ligeiramente e depois triturar para pão ralado;
  • Pode ser finamente fatiado, para torradas, tostado e barrado com azeite e alho, servir com doce ou compota, patés, canapés…;
  • Efetuar palitos, temperar com ervas a gosto e fritar em azeite;
  • Confecionar uma deliciosa “Açorda de bacalhau e coentros”;
  • Efetuar pequenos cubos (crutões) e levar ao forno a tostar sem queimar e guarnecer saladas ou sopas;
  • Confecionar um magnífico “Pudim de pão”
  • Fazer rabanadas…fora da tradição é que são…;
  • Sopas de “cavalo cansado”;
  • A gulosa “Sopa dourada do Convento de Santa Clara)…

São infindáveis as receitas que se podem fazer com pão duro.

“Papo-Secos”

Desfazer 15gr de fermento num pouco de água morna, uns 15 minutos. Num recipiente, colocar 250gr de farinha de trigo, fazer uma cova, adicionar 1 colher de chá de sal, 1 colher de chá de café de açúcar, 1 colher de manteiga derretida, 1,5 dl de leite morno. Amassar, tapar com pano, deixar levedar até dobrar de volume. Amassar de novo, envolver com farinha, fazer pequenas bolas iguais. Deixar levedar mais 1 hora. Levar ao forno quente a 200º, 15 minutos.

Bom apetite

Votos de saúde!

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?