EM 2020 VAMOS PODER OUVIR O DUETO DE ZÉ PERDIGÃO COM IBRAHIM FERRER JR.

Cantor vimaranense gravou uma canção com o filho da voz dos Buena Vista Social Club. Ao Mais Guimarães, garante ter-se sentido “enamorado” pelo tema “à primeira escuta”. Álbum de Ibrahim Ferrer Jr. deverá ser lançado no início de 2020.

Zé Perdigão diz-se “um insulano”. O cantor, natural de Guimarães, vive em Cabo Verde e, ali, “o tempo não passa e a calma é uma constante”. Contudo, nem nenhum homem é uma ilha nem José Perdigão se fecha na calmaria cabo-verdiana. Por isso, contruiu mais uma ponte — para além daquela que definiu entre Portugal e Cabo Verde na sua carreira, com a mudança para o país africano — na sua carreira: desta feita, entre o seu país de origem e Cuba. É que o músico colaborou com Ibrahim Ferrer Jr., filho de Ibrahim Ferrer, a voz dos lendários Buena Vista Social Club. Zé Perdigão foi a voz convidada para o dueto “Dame una noche de amor”.

Ao Mais Guimarães, explica como chegou até à colaboração: “Não nos conhecíamos pessoalmente. Eu conhecia muito da obra dele. Aliás, já seguia muito de perto a obra de seu pai.” Através de uma “produtora e amiga em comum”, o seu trabalho (mais concretamente o mais recente, “EnCanto”) foi apresentado a Ibrahim Ferrer Jr., que entrou em contacto com o cantor. “Logo propôs a gravação de um dueto numa música da sua autoria a ser incluída no próximo disco. Simples assim”, explica. Ainda não há data concreta para o lançamento do próximo disco de Ibrahim Ferrer Jr., mas José Perdigão avança que o músico cubano “pretende lançar o mesmo no início de 2020”.

Enamorado à primeira escuta

Da colaboração, aponta ter saído “mais crescido e enriquecido”. “Sou uma pessoa muito social e tenho sempre presente que precisamos dos outros desde que nascemos até à morte. Crescemos sempre rodeados de pessoas”, diz. E, de um barco sonoro para o qual foi convidado a embarcar, ainda não conhecemos o resultado, mas Zé Perdigão não tem dúvidas: “Felizes serão os que gostarem de escutar!” A canção “foi toda gravada nos estúdios em Buenos Aires”, na Argentina, incluindo a parte do cantor português.

Contudo, e aproveitando um concerto no 4.ç Festival Porteño de Fado y Tango, que decorrer no início de novembro na mesma cidade, preferiu gravar a sua voz na presença do cantor cubano “e dos produtores Raul Monteagudo e Raunier Zulueta Ferrer nos estúdios onde Ibrahim Ferrer Jr. grava habitualmente em Buenos Aires”, explica.

Num tema que já lhe chegou finalizado do ponto de vista musical, Zé Perdigão garante: “Enamorei-me [pela canção] à primeira escuta.” Agora, é esperar pelo resultado. Zé Perdigão lançou, este ano, o álbum EnCanto, repleto de temas inéditos de cantores e compositores cabo-verdianos, numa homenagem ao país, ao seu povo e à cultura que abraça.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?