Emídio Guerreiro: “Foi um voto de união em torno de Luís Montenegro”

As eleições diretas no PSD, no passado sábado, 28 de maio, deram a vitória a Luís Montenegro. O novo presidente do partido alcançou 72,5% dos votos a nível nacional, frente ao seu adversário Jorge Moreira da Silva 27,5%.

© Direitos Reservados

Também em Guimarães Luís Montenegro alcançou a vitória, com 54,5% (163) dos votos frente a Jorge Moreira da Silva com 43,8 (131).

No total, estavam inscritos 527 militantes, mas apenas 299 exerceram o seu direito de voto. Foram registados três votos brancos e dois votos nulos.

Para Emídio Guerreiro, mandatário de Luís Montenegro à liderança do PSD, tratou-se de um “resultado expressivo”, demonstrativo de que “o partido deixou de estar dividido ao meio e tem uma opção clara relativamente à liderança, que permite que Luís Montenegro consiga mais facilmente fazer as pontes necessárias para consolidar esta união que os militantes deram no voto. Foi um voto de união em torno de Luís Montenegro”, revelou ao Mais Guimarães.

Com a consciência de que “a situação para o PSD não está muito fácil” devido aos “dois últimos resultados eleitorais muito maus”, Emídio Guerreiro considera que “nos dois próximos anos, até às eleições, será possível reorganizar e reerguer o PSD, do ponto de vista interno, para depois chegar às pessoas”.

Até lá, o PSD pretende “consolidar o partido, fechar as propostas para o país, para de 2024 a 2026 estar junto dos portugueses a mostrar qual é a alternativa para tirar Portugal do marasmo em que temos vindo a cair”, esclareceu. Para Emídio Guerreio, esta nova liderança traz uma “mudança de protagonistas, mas sobretudo de metodologias”.

Relativamente ao facto de Luís Montenegro não ser deputado, não podendo, por isso, confrontar diretamente o Governo no Parlamento, Emídio Guerreiro esclarece que “o facto de não estar lá permanentemente vai permitir que vá de encontro aos portugueses”.

“Não só teremos Montenegro muitas vezes no corredor do Parlamento e a fazer as suas intervenções a partir de lá, como também o teremos livre para estar junto da população, nas diversas partes do país”, finalizou.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?