ESCOLA MARTINS SARMENTO É A ÚNICA SECUNDÁRIA ENCERRADA EM GUIMARÃES

A greve dos trabalhadores não docentes, que marca esta sexta-feira, 04 de maio, um pouco por todo o país, encerrou a Escola Secundária Martins Sarmento, em Guimarães. Ainda assim, o recinto escolar encontra-se aberto, mas não haverá aulas ao longo do dia.

Na Escola Secundária Francisco de Holanda há aulas, apesar de alguns trabalhadores não docentes terem feito greve. O mesmo acontece na Secundária Santos Simões. Segundo o diretor do Agrupamento de Escolas, “alguns funcionários fizeram greve, mas nenhuma escola do agrupamento foi encerrada (Cruz de Argola, Infantas, Monte Largo, Serzedo e São Romão)”.

Nas Taipas, a Escola Secundária está a funcionar, mas não adianta se houve greve por parte dos funcionários. Já a EB 2,3, ainda se encontra a fazer o rescaldo, uma vez que, devido às obras, os alunos encontram-se espalhados. Ainda assim, segundo fonte da escola, “haverão polos afetados”.

A EB 2,3 Gil Vicente, em Urgezes e as EB1 de Oliveira do Castelo e do Pinheiral (Caldas das Taipas) encontram-se esta sexta-feira encerrada, devido à greve.

No entanto, por todo o concelho, com maior ou menor dificuldade, as atividades de ensino continuam a desenvolver-se. As EB 2,3 João de Meira, D. Afonso Henriques e Pevidém assumem que alguns funcionários exerceram o direito à greve, mas as aulas estão asseguradas. Na EB 2,3 de S. Torcato funciona tudo normalmente, assim como no Agrupamento de Escolas Arqueólogo Mário Cardoso, de Ponte. Segundo o vice-diretor Rui Miguel Rocha, “não há registo de nenhum funcionário a fazer greve em todo o agrupamento”.

(Notícia em atualização).

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?