Economia Inovação & Fábrica do Futuro
Estão eleitos os projetos apoiados pelo programa Cacarejo N`Aldeia 2023 do CLAV

Programa proporciona aos artistas "um ambiente dedicado para investigar, conceber, praticar e partilhar os seus processos criativos".

clav-barra

Já são conhecidos os resultados do programa Cacarejo N`Aldeia 2023, promovido pelo Centro e Laboratório Artístico de Vermil (CLV), que visa proporcionar quatro vagas de residências de criação artística. Músicos de todo o país tiveram a oportunidade de realizar a sua inscrição até ao passado dia 31 de julho.

©️ Direitos reservados

O propósito central destas residências artísticas é “fomentar e fortalecer o panorama artístico profissional” oferecendo “tanto recursos financeiros quanto artísticos e técnicos, combinados com espaços especialmente configurados para o efeito”, explica o CLAV em comunicado.

Assim, o programa proporciona aos artistas “um ambiente dedicado para investigar, conceber, praticar e partilhar os seus processos criativos”. Cria-se assim outro formato de apoio para além do acolhimento ou co-produção, potenciando maior sustentabilidade no processo de criação. 

As candidaturas escolhidas pela equipa de jurados destacaram-se “não apenas pela sua excelência intrínseca, mas também pelos objetivos que se propõem a alcançar”. Duques do Precariado (Coimbra), Diadorm (Brasil e Lisboa), Marta Fora do Tom (Lisboa) e Let the Jam Roll (Guimarães) terão as suas residências artísticas no Centro e Laboratório Artístico de Vermil entre setembro e dezembro.

Em nota às redações, a organização refere que esta convocatória se revelou “um êxito notável” que atraiu uma “variedade significativa de projetos exímios que entraram em concurso” o que “solidifica a posição deste programa como um verdadeiro marco dentro da esfera artística nacional”.

Partilhar

PUBLICIDADE

Arcol

MAIS EM GUIMARÃES