FALTA DE EFICÁCIA VOLTA A IMPEDIR TRIUNFO DO VITÓRIA

O Vitória teve mais remates, mais posse de bola e mais cantos, mas a falta de eficácia voltou a comprometer o resultado, naquela que foi a terceira derrota consecutiva da equipa.

©  Direitos Reservados

O Vitória perdeu por 2-0, este domingo, frente ao Boavista, em jogo a contar para a 19ª jornada da Liga. Numa partida em que o Vitória registou 17 remates (contra 9 dos atletas boavisteiros), 69% da posse de bola (em relação aos 31% dos axadrezados), e 11 cantos (em comparação com 1 único do adversário), o vitorioso acabou por ser o Boavista.

O primeiro golo do Boavista surgiu logo aos 23 minutos, por Carraça, depois de Pedro Henrique afastar um cruzamento vindo da esquerda do ataque do Boavista. A bola parou nos pés do lateral axadrezado, ainda fora da área, que atirou certeiro.

Nos primeiros 10 minutos da segunda parte, o Vitória somou várias oportunidades na tentativa de reduzir a desvantagem, mas o golo de Heriberto Tavares aos 55 minutos selou o triunfo do Boavista e desmoralizou a ofensiva vitoriana.

Num jogo com diversas oportunidades para a equipa vitoriana, Helton Leite, guarda-redes boavisteiro, protagonizou vários lances e salvou o Boavista do que poderia ser outro resultado.

Com esta derrota, Vitória e Boavista ficam com os mesmos 25 pontos, em 7º e 8º lugar, respetivamente.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?