Gil Leitão: “As vozes insatisfeitas não levariam à previsão deste resultado”

Para o candidato da Iniciativa Liberal, a abstenção foi um ponto “bastante negativo” das eleições deste domingo. “Infelizmente, não conseguimos que fosse mais reduzida. Este é o principal fator negativo das eleições”, disse.

© Cláudia Crespo/Mais Guimarães

Além da taxa de abstenção no concelho, de 36,42%, Gil Leitão destaca “a forma como as promessas foram aparecendo” como um ponto negativo nas Autárquicas 2021, dizendo que “acaba por não ser realista do que se vai verificar nos próximos quatro anos”.

No que à Iniciativa Liberal diz respeito, garante que conseguiram “cumprir na íntegra” com os objetivos que traçaram no início da campanha, tendo elegido um deputado para a Assembleia, fomentando “o crescimento do núcleo” e incluindo “a Iniciativa Liberal na discussão”.

À Assembleia, garante Gil Leitão, serão levados assuntos que “estarão sempre enquadrados com o programa” do partido. “É a vontade e representação dos eleitores que votaram e apostaram na Iniciativa Liberal”, explica. Para o candidato à Câmara, os ideais mais liberais “serão considerados sempre uma mais valia”, sendo objetivo “agilizar tudo o que seja processos municipais, garantir que os planos e projetos que foram prometidos sejam criados e implementados de uma forma que seja a mais correta e vá de encontro com as necessidades do município e dos vimaranenses”.

Para a Iniciativa Liberal, os resultados das Autárquicas não são espelho do que o candidato presenciou no concelho. “Aquilo que se ia colhendo na rua, a insatisfação que se ouvia, as vozes insatisfeitas, não levariam à previsão deste resultado. Não falo da parte da Iniciativa, porque a Iniciativa conseguiu atingir os objetivos, mas existem outros partidos que ficaram aquém das pretensões”.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?