GUIMARÃES E BRAGA COOPERAM PARA CUIDAR DE CAPELA

A Câmara Municipal de Guimarães e a Irmandade de Santa Maria Madalena do Monte da Falperra vão colaborar para garantir a preservação da Capela de Santa Madalena. O protocolo de cooperação foi aprovado na reunião do executivo vimaranense.

O protocolo entre a Câmara Municipal de Guimarães e a Irmandade de Santa Maria Madalena do Monte da Falperra foi aprovado na última reunião de Câmara, na quinta-feira, 13, e a ocasião serviu para esclarecer a colocação, por parte da autarquia de Braga, de uma placa informativa numa igreja que pertence ao concelho de Guimarães. Entretanto o presidente vimaranense já disse que ambas as autarquias cooperam para “cuidar bem” da capela.

Tal como o Mais Guimarães noticiou na edição da semana passada, há cerca de ano e meio, a autarquia bracarense decidiu colocar uma placa explicativa do monumento referindo-se a ele como sendo apenas “do concelho de Braga”. O assunto foi levantado pelo vereador da Coligação Juntos por Guimarães (PSD, CDS, MpT), André Coelho Lima, que recordou que este assunto é “histórico” e remonta a 2003. “Este assunto tem que acabar. Foi levantado, em 2003, pelos vereadores do PSD numa conferência de imprensa e numa reunião de Câmara. Teve uma reação enérgica do Presidente da Câmara de Braga, na altura Mesquita Machado, que disse que a Capela de Santa Maria Madalena era de Braga e não havia mais questões”, assinalou, lembrando que tudo foi motivado pela circunstância de, no site do turismo de Braga, aparecer a Capela de Santa Madalena. Uma situação que considera “menos grave do que estar uma placa informativa no local”.

(Saiba mais na edição impressa desta semana no jornal Mais Guimarães)

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?