Há mais 30% de desempregados em julho de 2020 em Guimarães

Comparativamente ao mesmo mês do ano anterior, há mais 30% de inscritos no Centro de Emprego, segundo os números publicados pelo IEFP. Em julho de 2019, havia 5328 desempregados inscritos no IEFP, no concelho de Guimarães, esse número disparou para 6916 em julho deste ano.

As mulheres foram um pouco mais afetadas por este crescimento do desemprego, de 3109 desempregadas, registadas em julho de 2019, passaram para 4066, em julho de 2020. Um aumento de 30,7%.

No caso dos homens a curva também não é nada animadora. Em julho de 2019 havia 2219 indivíduos do sexo masculino registados como desempregados no Centro de Emprego de Guimarães, esse número saltou para 2850, em julho de 2020. É uma subida de 28,7%.

 

Olhando para os gráficos, é possível perceber que a curva de 2020 descola da de 2019 em março deste ano, todos sabemos porque razão. O estado de emergência foi declarado pelo Presidente da República a 18 de março mas, as empresas já vinham a enfrentar problemas desde há algum tempo. A 12 de março o governo decretou – numa medida em que foi atrás da população – o encerramento das escolas.

É verdade que os números do desemprego nos dois primeiros meses de 2020, em Guimarães, apresentam já uma subida relativamente ao ano homólogo. Em janeiro de 2019, havia 5782 desempregados inscritos no Centro do IEFP de Guimarães, no mesmo mês de 2020, eram 5841, ou seja, mais 59 desempregados. A sorte neste caso não foi igual para homens e mulheres. Entre os desempregados do sexo masculino, regista-se uma diminuição de 13 inscritos, em janeiro de 2020, relativamente ao mês homólogo de 2019. São as mulheres que sustentam todo o crescimento do desemprego, com mais 72 desempregadas inscritas em janeiro de 2020, quando comparado com o mesmo mês do ano anterior. 

 

 

Os números de fevereiro de 2020 contribuem para a ideia de que estava já em curso um ligeiro aumento do desemprego no concelho, antes da pandemia. Em fevereiro de 2020, o IEFP regista, no concelho de Guimarães, 5709 desempregados, mais 61 que no mesmo mês do ano de 2019. Também neste caso foram as mulheres quem mais contribuiu para esta diferença. Houve menos quatro homens desempregados mas mais 65 mulheres sem emprego, em fevereiro de 2020 que no mesmo mês de 2019.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?