INÁCIO ACREDITA QUE MOREIRENSE PODE DISCUTIR RESULTADO COM FC PORTO

O treinador do emblema de Moreira de Cónegos afirmou que a equipa tem capacidade para sair com pontos do Estádio do Dragão, no domingo, com início às 18h00, caso o jogo assuma contornos semelhantes à segunda parte do duelo da Taça da Liga, que valeu o triunfo à sua equipa por 1-0. O técnico lamentou ainda o lote de indisponíveis para preparar a equipa durante a semana.

Augusto Inácio considerou que a sua equipa tem capacidade para obter um bom resultado frente aos dragões no encontro da 17.ª jornada da Primeira Liga, a que encerra a primeira volta, principalmente caso o desenrolar seja parecido ao da segunda parte da partida da Taça da Liga, em que, a seu ver, os cónegos fizeram “jus à vitória”, estiveram “taticamente” bem melhor e soltaram-se “com mais pragmatismo para a frente”.

“Se tivermos as condições da segunda parte da Taça da Liga, podemos discutir o resultado sem qualquer problema. Se for como na primeira parte, em que o Porto dominou o jogo, vamos ter grandes dificuldades em pontuar. O FC Porto é, sem dúvida, mais forte, mas, se os jogos de futebol fossem assim tão matemáticos, na Taça da Liga não ganhávamos”, afirmou na antevisão ao jogo, neste sábado.

O timoneiro dos vimaranenses frisou, nesse sentido, que a equipa orientada por Nuno Espírito Santo é “teoricamente superior”, “independentemente de estar a passar por esta fase ou aquela”, mas mostrou-se confiante que a sua formação vai aparecer em campo “desinibida”, a jogar “um futebol simples” e “fácil”, até porque, a seu ver, o Moreirense não tem “capacidade” para estar a complicar e a inventar.

“Só temos capacidade para jogar aquilo que o FC Porto nos deixar jogar. Se pudermos ganhar o jogo, vamos ganhar o jogo. Queremos ir ao Dragão e não dar a ideia de que estamos assustados com as cores das camisolas”, vincou.

O treinador alertou que a preparação do jogo foi marcada por várias ausências, incluindo os médios Fernando Alexandre, que viu o quinto amarelo na partida anterior, com o Belenenses, Neto, que está lesionado, Alan Schons e Francisco Geraldes, que estiveram com gripe, Bouba Saré, que se encontra na Taça das Nações Africanas, ao serviço do Burquina Faso, Nildo, e ainda o guarda-redes Igor Stefanovic, lesionado num joelho, mas disse acreditar que a equipa pode dar a volta.

“Temos tido enormes dificuldades em arranjar um ‘onze’, quanto mais os 18. Às vezes, parece que temos um quadro muito cinzento, mas temos de arranjar forma de transportar isto para coisas positivas. O Moreirense tem ganho os jogos às custas de um enorme sacrifício, e vamos à luta de ‘mangas arregaçadas’”, adiantou.

O treinador, questionado sobre a nomeação de Fábio Veríssimo para o jogo, lembrou que o árbitro de Leiria o expulsou no seu primeiro jogo pelos “cónegos”, no triunfo por 2-1 sobre o Feirense, para a Taça da Liga, mas garantiu que não “deixa de acreditar” na sua competência, tendo acrescentado, a propósito do jogo contra os “dragões” para a Taça da Liga, que o Moreirense foi beneficiado numa grande penalidade não assinalada sobre André André, após ter visto as imagens.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?